Avançar para o conteúdo principal

Você sabe realmente quanto ganha e quanto gasta anualmente?

Pois é isto da gestão doméstica e financeira!!!
Um quebra cabeças, principalmente quando estamos sozinhos, porque não há a quem recorrer, mas será que há a quem recorrer quando temos alguém? Temos mais ou menos gastos? Não há entradas extra de dinheiros, não há prémios, nem beneces, ou ordenados extra.

Numa relação há sempre o que poupa mais e o que gasta mais e aqui não há géneros! Ou um deles gasta mais de uma forma que de outra!

Estudos feitos os homens consomem mais em experiências, e as mulheres em compras.
Mas isto se resume também á grande maioria das mesmas fazer gestão doméstica, ou seja mais tempo em compras, mais devaneios!

Pois é ando ás voltas para tentar encontrar a solução que me permita perceber para além do dinheiro que gasto "mal" gasto sem me aperceber, e o que posso poupar!

Preparem-se para um texto longo!

 Devemos separar gastos pessoais de familiares? Devemos ter mais de uma conta? Devemos negociar constantemente os nossos créditos, seja, eles casa, carro ou pessoais? Devemos fazer as contas mensalmente ou anualmente ? Devemos atribuir-nos um pay yourself first? E como devemos usar esse dinheiro? Devemos poupar ou usar nos nossos gastos? Devemos pagar tudo a dinheiro e arredondar contas, ou devemos pagar por débito direto, ou transferência bancária, ou multibanco??? Devemos ter um plano poupança? Seguro de saúde? Devemos colocar um plafond de gastos?

Pois bem tal como eu, metade da comunidade do mundo faz estas perguntas diariamente, mensalmente e anualmente!
Eu ainda não descobri a formúla mágica, mas tenho aprendido umas quantas coisas interessantes sobre economia doméstica e gestão!
Por isso pretendo passar-vos o que já aprendi! Para gastos mensais, que multiplicados / divididos or 12 se tornam anuais ! Se é um gasto que faz mensalmente deve ser multiplicado por 12, se é um gasto que faz anualmente, ou bi anual, deve ser dividido por 12/24.
Ou seja o que se pretende é que ao invés de desfalcarem as contas com gastos extra,vão amaelhando mensalmente, para quando essas despesas aparecerem! E sim isto é regra chavão!!!!! Regra chavão é arredondar, se vai poupar poupe uns cêntimos acima, para emprevistos!
Quem desse lado já o faz?


  1. Ao crédito da casa devemos juntar mensalmente o condominio e o IMI, pequenos gastos domésticos, e compra de móveis ou eletrodomésticos
  2. Ao crédito do carro devemos somar combustível, portagens, revisões, lavagens automáticas, inspecção, mecânicos (muita coisa não é ????)
  3. Á educação devemos juntar, almoços, material escolar, associação de pais, pequenas ajudas anuais, farda/bata, livros,saídas e passeios extra, centros de estudo e actividades extra curriculares, tudo isso é educação!
  4. Á mercearia, épocas festivas, Natal, Páscoa, Aniversários!
  5. Saúde e bem estar, saídas, restauração, combustível, portagens,férias, fins-de-semana, contas médicas ou seguros,actividade desportiva,compra de material desportivo e lazer, pequenos almoços, cafés e vicios!
  6. Presentes muito importante aqui que defina um plafond mensal, se não gastar, ficará para um mês que tenha maior despesa, não se empenhe para ficar bem visto, pois provavelmente ninguém irá recompensar o que ofereceu
  7. Mesadas filhos e saídas dos mesmos, incentive-os a ganhar o seu próprio dinheiro, para os seus gastos, e jamais, lhes pague os serviços feitos em casa, a regra é: todos sujam, todos limpam
  8. Divida tarefas, porque evita de ter semanarista, e a não estar sobrecarregada de tarefas domésticas
  9. Tente perceber quando gasta mais dinheiro e o que faz gastar dinheiro, perceba o que sente depois de gastar, alegria ou frustração?
  10. Tudo o que já não cabe em sua casa, deve sempre em primeiro lugar, tentar vender, como forma de angariar dinheiro extra
  11. Se puder ter um part-time que lhe aufira um rendimento, tenha, seja em casa ou fora dela
  12. Troque serviços, ao invés de os pagar
  13. Aceite de pessoas com pequenas hortas, ou troque por algo que possa oferecer
  14. Partilhe boleias
  15. Divida gastos( e nisso os vossos jovens e adolescentes têm algo para vos ensinar, conversem e tentem entender como gerem o seu misero plafond)
  16. Ande mais a pé
  17. Faça mais exercicio na rua
  18. Faça a reunião da taperwere com amigas, e conversem sobre esse tema, há sempre algo sobre gestão que podem aprender
  19. Poupem em jogatinas e apostas, e invistam em poupança, ou em coisas que trazem rentabilidade segura, ainda que não seja imediata
  20. Compre mais nos saldos, ou em promoções, mas não gaste um salário só para ter material parado em casa...coisas compradas paradas, dinheiro mal gasto, compre no máximo 2
  21. Pense bem antes de gastar o que quer que seja, e veja se o dinheiro não lhe fará falta, para algo que não contava
  22. Não deixe parcelas em atraso, porque isso faz desfalque nas suas finanças, e altera todo o trabalho que fez
  23. Planeie compras, refeições e saídas
  24. Faça listas
  25. Compare preços (mas não ande a saltar de supermercado em supermercado, de carro, senão gastará a possível poupança no trajeto)
  26. Partilhe viagem para as compras
  27. Tente sempre compensar o desfalque na sua poupança, não há pior sensação que demorar meses a poupar 50 euros e gastar em 1 hora!
  28. Use cupões e descontos, compre em alturas em que oferecem dinheiro em cartão ou desconto em cmbustível!
  29. Por mim os Ricos não gastam, eles INVESTEM, lembre-se sempre disto!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Projecto- Um gorro que aquece um coração!

Então tenho sido impelida por uma vontade de ajuda ao próximo. Já foram muitas as peças que tricotei, incluindo mantas e gorros que já perdi a conta. Agora estou vocacionada para fazer peças que aqueçam um coração e uma cabeça nestas noites frias. Como o gorro é uma peça rápida e fácil de se fazer! Vou fazer alguns, para o meu primeiro voluntariado. Lanço o desafio, a quem tem jeito e tempo que ofereça uma peça a alguém mais necessitado este Natal! Numa peça feita à mão vai dedicação e amor e por isso concerteza aquecerã muito mais que o corpo, aquecerá a alma também! Boa sorte no vosso processo! Já ando há muito com a necessidade de  

December!!!!

Dezembro chegou... e com ele todos os pensamentos, todas as reflexões de um ano completamente atípico a que todos sobrevivemos....mas deixem apenas dizer lhes que ....foi um ano de crescimento individual, espiritual e familiar! Saio deste ano de coração cheio, de pura adrenalina, como é óbvio momentos de tudo....foi ano de Marte e deviamos ter preparado para a guerra, se todos chegamos até aqui vivos e de saúde somos uns guerreiros natos, capazes de enfrentar qualquer batalha. Prosseguiremos a 2021, ano de Vénus,  do amor, da prosperidade, da fé e da abundância, da compaixão, do cuidado ao próximo, dos amores impossíveis de contos de fadas! Peço para este ano uma reflexão: o que vale a pena lutar em cada vida que nos pertence? Do que devemos ser gratos ao acordar e ao deitar? O que é para si a liberdade, a saúde, a segurança! O que realmente importa para cada um de nós? Acho que foi um ano bastante reflexivo para quem abarcou e tentou entender a mensagem...a bem da verdade nestas últim