Avançar para o conteúdo principal

Preconceito

Hoje vou falar de preconceito, nós por cá também sofremos, e quando um membro da família sofre de preconceito todos acabamos por sofrer!

Não somos nergros, chineses, hispanicos, mas somos autistas, o Salvador tem excesso de peso e tamanho,e é uma criança diferente e nós sofremos de preconceito!

O Salvador é julgado e eu também pelas suas estéreotipias, e por ser diferente dos demais.

E nós por cá todos sofremos com isso!

Todos os dias sou posta á prova como mãe e julgada, porque não sei alimentar o meu filho, porque o meu filho é grande e faz birra, porque o meu filho é grande e usava chupeta.
É fácil dizer para ignorar, é fácil dizer não te afetes com isso, mas exigo muito de mim diariamente e deles também, e julgar e criticar o meu papel de mãe, para mim não é aceitável, viro simplesmente uma psicopata!!!

Ás vezes digo em tom de brincadeira que se um dia for presa foi por defender o meu filho!

Não aceito que mandem indirectas ou insinuem coisas, seja a comunidade escolar que o acompanha, sejam os estranhos que passam na rua, e não admito a ninguém a ninguém mesmo que não vive o que eu vivo não sente o que eu sinto, me venha julgar.

Desculpem os mais sensiveis, mas não é um canudo na mão que fará de ti ou do outro mais perita em autismo que eu! Aliás a profissão é estatuto, mas não faz um SER HUMANO.

Respeito todas as mães e tenho a certeza que cada uma faz o melhor que sabe e está ao seu alcance.

Neste momento ainda me encontro em casa para poder apoiar a Lara e acompanhar mais de perto enquanto o irmão já regressou, são decisões que em 3 meses me fazem perder dinheiro, e estar com eles sozinha em casa também, mas eu sou mãe, eu sou o pilar, eu sou o exemplo!

Por isso a senhora mera educadora, que não é paga para achar nem dar opinião,não é a especialista em Pedopsiquiatria, ou Neuropediatria, ou Genética ou Metabólicas e muito menos em Nutrição. aquilo que faz com esta máe é PRECONCEITO E BULLIYNG e não aqui não é aceitável! Porque também não é a senhora que anda em busca de descobrir o excesso de peso e de tamanho inexplicável no Salvador desde o seu nascimento, e faz cerca de 15 consultas anuais no Hospital de S.Joao no Porto, por isso limite-se á sua profissão! Também não foi a senhora educadora que fez das tripas coração para sair diariamente para caminhar com o Salvador durante o periodo de confinamento, e tenta todos os dias incutir hábitos alimentares melhores. Mas por todas as mães alvos de criticas diárias pelos mais diversos motivos, eu digo BASTA!!!!

*mera porque também nesta profissão existem as Sras Educadoras e as Educadorazinhas


Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Como ajudar um autista

A melhor forma de ajudar um autista e qualquer outra criança com necessidades especiais é aceitar e respeitar, a criança não pediu para nascer assim, e se nasceu é porque a sua forma de pensar e ver o mundo é importante para todos nós!

Que seria do mundo se pensassemos todos da mesma forma? que seria do mundo sem pessoas comuns, e sem génios, sem criativos, sem pessoas mais ou menos sociais, mais ou menos funcionais!

Infelizmente somos ratinhos de laboratório, e não damos ao ser humano, logo desde o berço, a possibilidade de se exprimirem e trabalharem nas suas competências, aquelas que poderiam fazer toda a diferença!

Supõe-se desde muito cedo que se não fizermos determinadas coisas que outras crianças da mesma idade fazem, somos dotados de falta de habilidade, ou pouco inteligentes, ou atrasados!

Porém faltam muitas disciplinas importantes como gestão doméstica, disciplinas mais práticas, de onde conhecemos os melhores compositores, pintores, pensadores, filósofos??? Não estão na e…

Felizes os que retomaram a sua rotina mais felizes os que nunca sairam

Sim hoje li um texto e os nossos filhos e nós que estamos em casa confinados, principalmente quem está sozinho  a desdobrar-se em tarefas, em rotinas alteradas, em tentativas de sair para lugares seguros, em idas ao supermercado, as farmácias, a tentar mil malabarismos para nos mantermos despertos e saudáveis, sem que ninguém se mate, nós somos os verdadeiros heróis!

Somos mães/pais a tempo inteiro, não podemos ter um surto e sair de casa porque eles não podem ficar sozinhos, nos dias de chuva não saimos, e não é porque chove, é porque as nossas crianças com necessidades especiais, não cumprem todas as regras, e molham-se e sujam-se e fazem xixi, e nós não queremos que uma simples saída de 30 minutos se torne em banho, roupa na máquina, cadeira do carro, lavagem de tudo e mais um par de botas, consumo de água e de máquina de secar, dadas as condiçoes climatéricas!

São 10horas eu acordei as 9, o meu filho ontem adormeceu as 2H30, depois de ter sido dura com ele mais uma vez, isso só p…

Contabilidade e Gestão- Despesas anuais

Verdade seja dita que ganhamos ao mês não ao ano!!! Mas para sabermos quanto estamos a exceder no orçamento ou quanto precisamos de ganhar mais, é o nosso dever fazer contas anuais, ativo, passivo, o que entra o que sai, o que entra e o que realmente pode sair!
Há anos muito atipicos, e nós por cá dizemos que por razões mais que óbvias este ano foi um desses!!!

Metade do orçamento, contas desencontradas, contas desiquilibradas, menos a entrar mais a sair, mas sobrevivemos assim sem grandes estragos!!!!!!!
Para o ano a meta será a financeira e material!

Sem perder o fio à meada equilibrar, equilibrar, equilibrar, para então em 2021, relaxar!
Sim tenho metas na cabeça, no papel, todos os anos me proponho a uma!
Este ano era chegar ao final com questões sentimentais resolvidas, orientar nova vida e rotinas familiares, ainda que com ajuda seja sempre o mais individualista e independente que conseguir, e ser independente nunca é apenas e só uma questão financeira!!!!

De nada adianta ser i…