Avançar para o conteúdo principal

Um amor à beira mar



Pé na areia, doce textura
Tão doce como o teu sussurrar no meu ouvido
Sinto-te em todo o meu corpo
Ao mesmo momentos refletes os raios de sol
Quentes e brilhantes que acariciam a minha pele
Como os abraços que me dás...quando me sinto mais triste e carente.

Sou tocada com leveza e relaxo
Terapia pura...
Observo o mar, a beleza e a naturalidade da natureza
De como tudo foi criado pelas mãos de Deus
Assim como Deus te criou a ti para fazeres parte de mim e da minha felicidade, Deus criou a natureza na semelhança de um amor puro e incondicional

Precisamos de muito pouco para ser felizes,
mas demoramos muito tempo a entender isso
O som do mar, a água ainda que gélida, beijar-nos os pés
O arrepio...tão forte
Como o teu beijo no meu pescoço

Fico ausente do mundo quando ouço o mar
Como fico ausente do mundo
Quando estamos só a dois
Como quando ouço apenas e só a tua voz
Nos elogios mais sinceros
Nas palavras mais carinhosas
Como quando nos abraçamos
Cada abraço, Cada toque
A paixão de um pôr-do-sol
Num dia de Verão
Numa dança apaixonada
Numa cumplicidade que não tem idade
Mas amor....amor...

Adormeço 
Na toalha quente 
Como adormeço no teu peito
Quando me adormeces e me dizes 
AMO-TE

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Felizes os que retomaram a sua rotina mais felizes os que nunca sairam

Sim hoje li um texto e os nossos filhos e nós que estamos em casa confinados, principalmente quem está sozinho  a desdobrar-se em tarefas, em rotinas alteradas, em tentativas de sair para lugares seguros, em idas ao supermercado, as farmácias, a tentar mil malabarismos para nos mantermos despertos e saudáveis, sem que ninguém se mate, nós somos os verdadeiros heróis! Somos mães/pais a tempo inteiro, não podemos ter um surto e sair de casa porque eles não podem ficar sozinhos, nos dias de chuva não saimos, e não é porque chove, é porque as nossas crianças com necessidades especiais, não cumprem todas as regras, e molham-se e sujam-se e fazem xixi, e nós não queremos que uma simples saída de 30 minutos se torne em banho, roupa na máquina, cadeira do carro, lavagem de tudo e mais um par de botas, consumo de água e de máquina de secar, dadas as condiçoes climatéricas! São 10horas eu acordei as 9, o meu filho ontem adormeceu as 2H30, depois de ter sido dura com ele mais uma vez, is

Férias

Férias Incluem passagem obrigatória pela praia que me viu crescer Não estava convidativo a banhos Mas mais uma vez sinto-me feliz por levar as minhas crianças la! É tradição pelo menos um dia lá passado com os avós! E assim foi! Decidi levar a camara e tirar umas fotos maravilhosas !!!! @canon2000D