Avançar para o conteúdo principal

Um amor na quarentena


Este post é dedicado a todos aqueles que se amam e derivado desta pandemia, não se podem ver, não podem estar juntos!
Hoje faz um mês que tudo começou á séria, e que entretanto várias pessoas mesmo mantendo a sua vida laboral normal, puseram de parte a vida social e muitas delas a vida amorosa e conjugal!

Pois bem, são provações gente, nem todos temos de passar por elas ao mesmo tempo, por vezes damos tudo por muito adquirido, de outras vezes, percebemos que a vida nos escorrega das mãos como um sabonete molhado!

Talvez muitos amores que começaram aquando o inicio da quarentena, e quantos deles irão durar?, bem talvez até todos, porque quem consegue amar-se á distância apenas e só confiando no que sente e no que o outro sente, é preciso tê-los no sitio! E preciso mais que isso ser mesmo amor verdadeiro!

Quantos também não deixaram relacionamentos extra conjugais para trás, ou em banho-maria, ou ainda assim no meio desta distância os continuam a manter?

Pois bem no AMOR não há certo ou errado, mas errado é amar uma pessoa e viver com outra, errado é também enganar os seus sentimentos e os de outra pessoa, talvez para muitos, esta seja também uma chamada de atenção: das duas opções uma, e qual você quer verdadeiramente???

Se você pode deixar uma casa, uma cidade, um emprego, porque é que amor e casamento são para sempre?
E de que adianta manter um relacionamento no para sempre, que foi construido na base da mentira, da traição, e do engano??? Qual a necessidade de o fazer?
E quantos relacionamentos longos não tiveram as suas facadinhas, os seus quase rompimentos de corda???
Quantos não duram precisamente por isso?
Vamos ser realistas!
Não tem de ser, e vá lá não se culpe por isso!!!
Foi um ciclo que se fechou.
Deus e o Universo abrem-lhe as portas de novas experiências porque simplesmente fazem parte do seu crescimento espiritual e do seu percurso de vida!

E mesmo que só haja uma opcão e essa não seja a que o faz feliz, então opte por ficar só!
A vida é demasiado curta, para viver sem amar verdadeiramente alguém, nem que isso dure apenas e só, uma quarentena!!!

Porque muitos estão lado a lado e não se querem, outros se desejam e estão separados....

Vale a pena pensar nisto!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Felizes os que retomaram a sua rotina mais felizes os que nunca sairam

Sim hoje li um texto e os nossos filhos e nós que estamos em casa confinados, principalmente quem está sozinho  a desdobrar-se em tarefas, em rotinas alteradas, em tentativas de sair para lugares seguros, em idas ao supermercado, as farmácias, a tentar mil malabarismos para nos mantermos despertos e saudáveis, sem que ninguém se mate, nós somos os verdadeiros heróis! Somos mães/pais a tempo inteiro, não podemos ter um surto e sair de casa porque eles não podem ficar sozinhos, nos dias de chuva não saimos, e não é porque chove, é porque as nossas crianças com necessidades especiais, não cumprem todas as regras, e molham-se e sujam-se e fazem xixi, e nós não queremos que uma simples saída de 30 minutos se torne em banho, roupa na máquina, cadeira do carro, lavagem de tudo e mais um par de botas, consumo de água e de máquina de secar, dadas as condiçoes climatéricas! São 10horas eu acordei as 9, o meu filho ontem adormeceu as 2H30, depois de ter sido dura com ele mais uma vez, is

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Férias

Férias Incluem passagem obrigatória pela praia que me viu crescer Não estava convidativo a banhos Mas mais uma vez sinto-me feliz por levar as minhas crianças la! É tradição pelo menos um dia lá passado com os avós! E assim foi! Decidi levar a camara e tirar umas fotos maravilhosas !!!! @canon2000D