Avançar para o conteúdo principal

Mulheres e Homens na gravidez e no parto!!!

Não hoje não é uma critica mas um texto reflexivo, sobre a gravidez e o parto!
Decidimos engravidar...ficamos alegres mas confusos
Sabemos o resutado...ficamos alegres mas confusos
Começamos as consultas os exames... o pré natal...sem saber nada confusos
Vamos esquecendo as etapas anteriores
E começam os medos...ficamos confusos
Cada ecografia que vemos dá-nos a sensação que está tudo bem, mas depois saimos de lá sem saber se continuará tudo bem!
Começamos a ter as verdadeiras emoções de sermos pais, tudo é novidade, tudo é recomeço, as mães confusas tentam manter e seguir os instintos maternais naturais, e começam as corridas às compras, mas tal como os pais sentem-se inseguras e confusas! Os pais confundem babydool com babygrow!
As mães não sabem se compram tudo rosa ou azul, porque têm medo de enjoar da cor, ou que confundam o sexo da criança quando vão as vacinas!

Eles nascem, ficamos todos mais inseguros e tentamos manter a calma, mas não sabemos nada sobre ter filhos porque nunca tivemos, não sabemos nada sobre amamentar, ou sobre subida de leite, ou sobre mudas de fraldas, ou sobre choros, e cólicas e noites, e medicamentos e vacinas, e é uma constante aprendizagem diária e continuamos confusos, mas agora muito mais exaustos!
Stressamos, berramos, choramos, gritamos, sentimos impotência e ambos perguntamos, porque ter um filho é um desafio tão grande!

O parto é caótico para ambos, ela pede, a mãe, ela pede a tia, ela pede a epidural, e ele só pede para sair dali, senão desmaia!!! Ela está em sofrimento e ele nada pode fazer! Ela ama-o e odeia-o porque ele é que depositou la a semente, e se não fosse ele ela não estaria com dores cortantes, a contorcer-se como o Exorcista, mas ela é que pediu a semente para nascer a flor, ambos concordaram, a culpa não é dele, é da epidural, que não fez efeito, é do parto e das dores desconhecidas até então!!!

A primeira saida do hospital é como se fosse uma missão secreta e ultra responsável, temos ali um ser humano, merda, porque é que niguém nos disse que isto era assim??? A mãe vou atrás, vou a frente....chegamos a casa e apresentamos a casa ao ser humaninho, como se ele estivesse interessado!!!

Ficamos em casa e o pai vai trabalhar, ambos cansados, exaustos, confusos, se a noite foi má o pai pode adormecer ao volante,e às vezes adormece ao volante, a mãe fica em casa e sente-se triste e sózinha, quer dormir mas não é capaz, só quer chorar, são muitas emoções gente, adormece igualmente com o bebé à mama e limpa desenfreadamente, não descança e acaba exauta!! O pai trabalha, mas está igualmente preocupado porque sabe que a mãe até endireitar as hormonas não está no seu perfeito juízo!!!

Quando o pai regressa, a mãe está cansada e o pai também está, a mãe quer fazer tudo, inclusivé limpar os azulejos da varanda, só para que o pai mude uma fralda e ouça um choro e nos casais mais sortudos dê um biberon!

O pai só queria 5 minutos na caixa do nada, mas mal pousa a chave e mete o pé dentro de casa, a mãe entrega-lhe a "encomenda"!!!!

Ninguém conversa sobre nada a não ser, fraldas, cólicas, banhos, biberons de leite, chupetas e afins!!!
Fazem todas as tarefas...vá lá as que podem e rezam para que o bebe durma um pouquinho, para poderem dar um beijinho, ou para um cafuné no sofá, mas a mãe teve um bebé !
Está toda desconchavada, tem medo de engravidar, e quando o pai lhe toca ela emite choques elétricos, que o afastam automaticamente! O pai não entende porque era o number One e agora passou para segundo plano, será que já não o ama?

O telefone toca...é a visita das 22 que acha que os pais são matidos a café e redbull, quando na verdade precisavam de um Charro e uma Vodcka Forte!
Como assim Visitas???
Vamos fingir que já estamos a dormir!!!

Ficam ambos tristes, confusos, e mais distantes....
No dia a seguir mais consulta, mais visita, a história repete-se ....mas o cansaço e o afastamento aumentam....eles já nem se olham, e até evitam fazer tarefas em conjunto, para evitar palavras mal ditas!

Lembrem-se que ser pai, ser mãe é algo que ambos devem abarcar com o maior amor, senso de responsabilidade e entreajuda, um bebé foi algo pensado e ponderado, mas é um ajuste, um aprendizado, é difícil para ambos!

Homens não pensem que dominamos tudo e somos o supra sumo, Mulheres, não pensem que os homens não se sentem confusos, tristes e impotentes, sejam tolerantes e pacientes!

Mulheres lembem-se que os homens são os vossos primeiros "bebés", eles precisam de mimo, carinho e atenção! Homens lembrem-se que a mulher engordou 30 kilos, foi desconchavada, cortada, cozida e deformada, e que as HORMONAS são umas cabras! Há leite a sair do seu corpo mesmo quando o bebé não mama!!!

Conversem sobre emoções, conversem sobre as vossas faltas e os vossos medos, não sejam dois contra um mas sim DOIS PARA UM!

Vale a pena pensar nisto










Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

December!!!!

Dezembro chegou... e com ele todos os pensamentos, todas as reflexões de um ano completamente atípico a que todos sobrevivemos....mas deixem apenas dizer lhes que ....foi um ano de crescimento individual, espiritual e familiar! Saio deste ano de coração cheio, de pura adrenalina, como é óbvio momentos de tudo....foi ano de Marte e deviamos ter preparado para a guerra, se todos chegamos até aqui vivos e de saúde somos uns guerreiros natos, capazes de enfrentar qualquer batalha. Prosseguiremos a 2021, ano de Vénus,  do amor, da prosperidade, da fé e da abundância, da compaixão, do cuidado ao próximo, dos amores impossíveis de contos de fadas! Peço para este ano uma reflexão: o que vale a pena lutar em cada vida que nos pertence? Do que devemos ser gratos ao acordar e ao deitar? O que é para si a liberdade, a saúde, a segurança! O que realmente importa para cada um de nós? Acho que foi um ano bastante reflexivo para quem abarcou e tentou entender a mensagem...a bem da verdade nestas últim

Projecto- Um gorro que aquece um coração!

Então tenho sido impelida por uma vontade de ajuda ao próximo. Já foram muitas as peças que tricotei, incluindo mantas e gorros que já perdi a conta. Agora estou vocacionada para fazer peças que aqueçam um coração e uma cabeça nestas noites frias. Como o gorro é uma peça rápida e fácil de se fazer! Vou fazer alguns, para o meu primeiro voluntariado. Lanço o desafio, a quem tem jeito e tempo que ofereça uma peça a alguém mais necessitado este Natal! Numa peça feita à mão vai dedicação e amor e por isso concerteza aquecerã muito mais que o corpo, aquecerá a alma também! Boa sorte no vosso processo! Já ando há muito com a necessidade de