Avançar para o conteúdo principal

Cozinhar através dos sentidos

Já perceberam se seguem os instastories desta casa Portuguesa, que por aqui adoramos comer e cozinhar. e acreditem adorados leitores, que quando tive de começar a cozinhar diariamente, era um tormento para mim!!! Hoje em dia é uma terapia e super prazeroso, puxar pela imaginação e criatividade e produzir um prato!! Claro que tenho o Chef o Master Chef cá em casa, que está a ser educado através dos sentidos e do palato, adora puxar o banco do Ikea e cozinhar com esta mãe!

E eu tão defensora de que as crianças devem ter acesso a mais prática e menos teoria, fico super hiper mega orgulhosa, que ele tenha este gosto!

Costumo dizer que aqui temos uma costela Italina, e desde ja, Un bacio per i miei lettori italiani!, porque passamos a vida entre a cozinha e a mesa, sou uma apaixonada por vários temas ligados à culinária e que de certa forma fazem parte da alimentação, nomeadamente queijos e vinhos, que é algo que estou a pensar aprofundar!

Adoro cozinhar tudo o que consigo de raiz, e sobretudo trabalhar com tudo fresco!

Tenho aversão a produtos congelados, mesmo a sopa que dava e dou aos miúdos tem de ser fresca! Sou muito organizada na cozinha, e consigo fazer uma refeição relativamente rápida, sem perder a sua frescura e o seu sabor! Tenho praticamente o mesmo material desde que comecei a ser dona de casa, e nada se mantem muito alterado!
Gosto de ter sempre todo o material disponível!

Nouvelle Cuisine está na minha lista!!!!

A culinária permite-nos explorar a criatividade, e mantém-nos focados e concentrados, adoro ver o Chef`s Table no Netflix!!!! Talvez a minha série favorita!





Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Reciclagem

 Por vezes dou por mim a pensar, que pagamos tanto papel e plástico, para deitar ao lixo....terrível.  Além do lixo que fazemos, também é um desperdicio? Hoje o post é super curto, ,as vale a pena pensar nisto!