Family | Reading | Organization | Beauty | Photografy | Travel | Food | Life | Autism

sexta-feira, 19 de abril de 2019

...aprendemos o verdadeiro significado da felicidade!

Ame-se a si próprio, conheça-se tão bem de modo a que estar na sua própria companhia seja um previlégio!

Há uns anos atrás seria impensável imaginar-me sozinha, da mesma forma que de alguns anos a esta parte a vida ensinou-me o verdadeiro valor de estar sozinha!

Gosto de socializar, de sair, de conversar, de dar umas boas gargalhadas, conhecer pessoas novas e fazer novos amigos, aprendi o valor da amizade, e aprendi que a maior amizade é a que vem de nós próprios para nós próprios!

A amizade vem de um bom livro, de uma ida às compras, de um bom copo de vinho, de uma boa sessão de cinema, de apreciar o silêncio, de dormir até tarde, tudo isto nos faz perceber que podemos ser tão felizes sozinhos quanto acompanhados!

Egoísta é não valorizarmos quem somos, não sermos o melhor que podemos ser para nós próprios, porque na verdade no final, somos só nós dentro e fora de nós! Porque só assim conseguimos ser melhores para os que nos rodeiam!

Sermos nós próprios numa sociedade em que as pessoas são de todos e não são de ninguém, por vezes nem deles próprios, é um Acto de Coragem!

Os relacionamentos vêm e vão, os filhos chegam e partem, as amizades muitas vezes e mediante circunstâncias da vida nos demonstram não serem assim tão honestas e leais, e isso tenho aprendido neste último mês !!! Sabes quem são as verdadeiras pessoas quando os chocas com a tua escolha de vida e com a tua realidade, e percebes tão bem que algumas delas até já passaram pelo mesmo, mas não te quiseram chocar, ou não acharam que eras suficiente amiga para saber ou até entender, outras estão demasiado focadas nas suas vidas que a notícia lhe passa no ouvido direito e sai pelo esquerdo, e nunca mais se lembram de te perguntar:
Mas tu estás bem?
Outras as mais surpreendentes, chegam das pessoas que até já não havia grande amizade, e te dão um pouco do seu tempo para conversar, para desabafar, para distrair!
E depois chegam as novas amizades e realidades, que te fazem logo de imediato uma espécie de regresso ao passado em que te perguntas a ti mesma:

Mas onde é que tu andaste estes anos todos??? Tudo isto passou em flash aos teus olhos, mas estavas cega e não percebias que há muito não vivias, e não tinhas amigos suficientes para nos dias de hoje te darem uma retaguarda???

Mas no fim pensas: mas eu sou feliz TÃO sozinha, então eu posso ser feliz com qualquer pessoa e em qualquer lugar! Porque eu aprendi o verdadeiro significado da felicidade!

"Felicidade são momentos e predisposições de alma e de espírito!"

Vale a pena pensar nisto!!!




quarta-feira, 17 de abril de 2019

Hoje foi dia de descomprimir, temos de ajustar programas que sejam interessantes para os dois!
Sendo o Salvador uma criança Autista e por esse motivo com necessidades especiais, e tendo a Lara ficado sozinha comigo toda a semana anterior, ambas se tornam especiais!

Tenho o previlégio de poder acompanhar nas férias, embora que em breve essa realidade mudará, no entanto, para já mantemos assim!

Aqui em imagens do dia de hoje, manhã para cortar cabelos e tarde para dar uma volta, subimos à Penha e descemos porque não tinha ainda os impermeáveis! Entretanto passei na Decatlhon!

E na verdade estas calças são top, não para mergulhar nas poças, mas para passear essencialmente em dias de chuva!

Muita gente não concorda com a forma como dou "liberdade" aos meus filhos, mas trata-se apenas de proporcionar o que eles vão necessitando de acordo com as necessidades, e acima de tudo deixa-los ser crianças! Esta é a forma que o meu instinto maternal me pede para agir, e é assim que sinto que são felizes!

Existem adultos mais livres que algumas crianças se é que me faço entender!




























quinta-feira, 11 de abril de 2019



Confesso que não fui apaixonada por estar grávida, a segunda gravidez (esta do Salvador), bem mais madura e tranquila! Sempre vi o processo de gravidez como um meio para alcance de um fim!
Não há forma de os filhos não nascerem de dentro de nós se não crescerem dentro de nós!
E não há outra forma de ser mãe na sua totalidade, na minha forma de encarar as coisas!!!
(ressalvando aqui todas e quaisquer outras possibilidades que existem e não permitem que se seja mãe da forma de gestação convencional)

Sentirmos alguém a crescer dentro de nós a evoluir e todo o sentido de peso que isso acarreta é de uma enorme responsabilidade! Pensando bem começamos assim MONOPARENTAIS!
O pai põe a semente mas cabe-nos a nós toda a gestação e evolução da mesma dentro dos parametros da normalidade!
Todas as emoções que sentimos, todas as trasnformações começam ai!

Por isso não há nada que se compare à força que temos, e ao peso que temos na vida dos nossos filhos!
Somos nós as responsáveis pelo seu crescimento, sucesso ou insucesso, o elo, o vínculo, não existe de forma igual!
A presença de um pai, é e será sempre importante e a meu ver fundamental, presente ou mais ausente na vida de um filho, e salvo algumas excepções, que também existem, somos mães e pais, na maioria dos dias, das noites, das decisões, umas por opção porque preferem cuidar de tudo sozinhas, e outras porque a vida se encarrega de trazer a situação!
Muitas das vezes só pedimos opinião para não sentirmos que erramos, mas se errarmos a culpa será nossa da mesma forma, pelo menos eu como mãe sinto assim!
Culpa por fazer, culpa por não fazer, a eterna culpa maternal do poder da decisão de uma outra vida!
Da escolha das roupas, dos biberons, da mala de maternidade, de organizar consultas, agendas e tudo o que faz parte desta longa jornada!

Hoje reparo muitas vezes nas mães muito empenhadas e embrenhadas na situação, emocionadas até, e os pais muitas vezes muito empenhados e embrenhados nos seus telemóveis e cenas, a levantar os olhos so para responder se vai o azul ou o cinza!!! 
Na verdade eles nem distinguem uma cor da outra, um babygrow de um babydoll, então porque nos valemos da importância da sua opinião, se para eles é um bocadinho indiferente????
Afinal na maioria das vezes somos nós que vamos vestir, lavar e passar com amor aquela roupinha!!!

Porque cuidar dos filhos é um ACTO DE AMOR!
(vale a pena pensar nisto)

Tudo isto para dizer que a Monoparentalidade começa quando engravidamos, daí muitas mulheres optarem por ter filhos sozinhas! 
Somos encarregues do parto, da amamentação, da cura do nosso corpo, e tudo em simultâneo!

Este texto é para todas as mães guerreiras que abraçam a maternidade e paternidade em simultâneo, que salvo raras excepções, com ou sem pai presente somos quase todas!
Por isso nunca dúvidem da vossa capacidade de luta e de preserverança quando a questão são os filhos, porque são capazes, somos capazes, e concerteza iremos fazer um excelente trabalho dentro da culpa e do medo que nos acompanham desde o momento em que o teste de gravidez diz que sim : SOMOS MÃES!!!





quarta-feira, 10 de abril de 2019


Ora vamos lá falar da importância deste acessório tão prático e tão fantástico!
As mães que conhecem provavelmente se vão identificar, as que não conhecem podem apostar nesta compra, garanto-vos que será o vosso melhor amigo,almocos sózinhas, caminhadas, compras, viagens, férias, fazer tarefas domésticas, bem basicamente kit mãos livres! É melhor que qualquer carrinho ou alcofa! Ao inicio podem ter de necessitar de ajuda para sua colocação, mas com o tempo farão sozinhas sem qualquer problema!

O bebé vai super aconchegado na mãe e muitas vezes adormece! Está seguro e isento de temperaturas bruscas, é fácil de usar e super prático e é uma excelente aquisição!
Também pode ser usado pelos pais mais descontraídos e modernos!

Só tive pena do Salvador ter ganho peso e tamanho muito rapidamente e ter podido usar mais tempo!

Por isso mães de primeira, segunda, ou terceira viagem esta é uma das compras nas quais devem apostar!

Esta mãe !!!!

segunda-feira, 8 de abril de 2019



STOP

Pára, se precisas pára!
Respeita corpo e mente!
Pára, procura o teu caminho!
Pára, procura o teu eu!
Pára, para não teres de parar de vez!

Sempre fui apologista das pequenas pausas da vida, há pessoas que lhe chamam meditar, eu chamo auto-crítica, auto-conhecimento!
Conhece-te a ti mesmo e serás Feliz!

Quando nos conhecemos melhor que ninguém sabemos exatamente o momento onde devemos abrandar ou até mesmo parar para refletir, quando algo aparentemente não está bem, fora de si, não está bem dentro de si!

Quando adquirimos ou somos afetados de tal ordem por comportamentos e atitudes externas, temos de perceber, a nossa personalidade e forma de ver o mundo, está já infectada e contagiada por pensamentos e atitudes que nada dizem sobre nós mas sim sobre o outro, os outros das nossas vidas!

Viver vidas, não é apenas e só reencarnar, quantas vidas vivemos numa só vida????

É vida é cíclica, a vida traz e leva, a vida ensina da melhor e da pior forma, aceitar o fim das coisas, das pessoas, dos ciclos, é meio caminho andado para iniciar os outros, para te abrires ao que o Universo te traz, à felicidade que realmente te pertence!

O que de pior pode acontecer????

Simplesmente perceberes que a tua escolha, te guiou a outros caminhos, e se não era aquele, aquele fazia parte do caminho, até chegares ao lugar onde o teu Coração intitula de Casa, é nesse momento que te vais recolher, e VIVER PLENAMENTE!



quinta-feira, 4 de abril de 2019



Sempre fui uma pessoa cheia de convicções e com muitos poucos receios ou medos!
Sempre fui verdadeiramente capaz de controlar a minha vida e me orientar através do coração e da intuição!
Por instantes na vida achei que tinha perdido isso tudo, todo esse dom que Deus me deu, achei que só via uma estrada sem fim, não via luz em lado nenhum, apenas escuridão, fechava uma janela para não entrar corrente de ar, e outra se abria, e andava de janela em janela numa correria desenfreada, num buraco interior, num vazio, numa frustração interna, de um problema que por muito que tentasse sabia que não iria resolver, não assim, não naquela circunstância de tempo e espaço, não naquela correria desenfreada, e naquele vazio que me engolia!
Mudamos com o tempo, com as pessoas, com as circunstâncias, mas esta era uma mudança que vinha de dentro, era uma mudança que a vida me pedia!

Ao longo da vida adquirimos várias aprendizagens, mas a idade é um posto de sabedoria, e aprendemos muito sobre o que queremos para nós e sobretudo aquilo que não queremos mais.
Hoje falo dessa mudança interna que a dada altura bate à porta de todos nós, mas nem todos somos suficientemente corajosos ou determinados para aceita-la como um presente de Deus e algo positivo que o Universo traz!

Pois para mim há sempre algo positivo e menos positivo em todas as decisões que tomamos na vida, mas quando sentimos que estamos no caminho certo, sentimos também que foi presente de Deus e do Universo, que a vida a pedir-nos:
Sê feliz, é agora! Não importa onde, como ou com quem, tu és líder da tua felicidade, sai do vazio e vive !

A nossa felicidade não depende dos outros, mas sim de nós!

Demorei quase 40 anos para entender isso, mas hoje eu sei que não é cliché, não se dê ao desplante de negar isso!

Se a felicidade vem de dentro então tudo o resto será felicidade a dobrar!
Já não penso muito no futuro, penso no aqui e agora, no dia após dia, o que faço agora, já é passado imediato.

Penso que vivi muitas vidas numa vida só, vivi coisas lindas e boas, aprendi, descobri, amei, amei muito, lutei, sorri, chorei, cai, levantei, mas faz parte de quem sou hoje!

Aprendi que Para Sempre somos Nós, e Nunca também Nunca devemos deixar de ser nós próprios e anular-nos em prol da felicidade de ninguém, porque então ai sim :

Para sempre nunca seremos nós!

Vale a pena pensar nisto 

Contabilidade e Gestão- Despesas anuais

Verdade seja dita que ganhamos ao mês não ao ano!!! Mas para sabermos quanto estamos a exceder no orçamento ou quanto precisamos de ganhar ...

Segue-nos no Instagram!