Avançar para o conteúdo principal

Porque é que as memórias devem ser boas?


As artes manuais são de extrema importância no crescimento saudável do cerebro no ser humano!

a música, a dança, a pintura, um simples correr no parque por entre as folhas de Outono, o barulho do estalar, os cheiros das chuvas, o som, as cores!

O nosso cérebro registas sons e imagens que se transformam em memórias, e nos ajudam no crescimento e na evolução!

Não é à toa que pessoas descrevem o "cheiro do bebé", o cheiro da comida da mãe, do pão, do bolo que a avó fazia....

As sensações boas dão ao nosso cérebro mensagens positivas, que ficam gravadas! Infelizmente as negativas também :(

Você lembra-se certamente de memórias muito antigas, mas que o cérebro registou como sendo positivas ou negativas, isso influenciou certamente o seu crescimento!

Somos seres acima de tudo visuais, mas também somos muito tacteis, e todos os sentidos que temos, e que infelizmente algumas pessoas não, são o que servem da nossa contrução de memórias!

Por isso desafio essencialmente para os pais e educadores é criarem memórias através das experiências! Por isso é tão importante fazermos coisas juntos, seja estar enrolados numa manta, seja fazer um bolo, seja um abraço, um beijo!!!

Eu tenho memória de uma educadora sempre linda arranjada e cheirosa, e isso inspirou-me nas minhas vivências diárias, em como cuidar de mim.

Eu lembro-me do cheiro da cevada, e do pão quente.

Eu lembro-me dos "monstros" que a a luz e a sombra criavam na janela do meu quarto, lembro-me do vento e da chuva em noites de tempestade!

Lembro-me das noites de Natal da minha infância!

Façam o favor de criar memórias, pois no fim....é tudo o que nos resta!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Reciclagem

 Por vezes dou por mim a pensar, que pagamos tanto papel e plástico, para deitar ao lixo....terrível.  Além do lixo que fazemos, também é um desperdicio? Hoje o post é super curto, ,as vale a pena pensar nisto!