Family | Reading | Organization | Beauty | Photografy | Travel | Food | Life | Autism

segunda-feira, 24 de setembro de 2018


Como a vida muda...
Como envelhecemos, como o tempo passa e a vida passa, e tudo corre.
Como vemos uniões e separações, morte, nascimento.

Por vezes paro e penso, aliás, penso diariamente em todos os ensinamentos que a vida, os filhos têm trazido, tanta coisa mudou...

O que realmente importa? O que realmente importa é saber dizer sim e não na altura certa!
É saber perdoar, acreditar nas nossas capacidades, descobrir diariamente ao que viemos e porque estamos aqui.

Acredito que cada um de nós tem a sua missão na terra, mas temos de ser fieis a nós próprios e apenas seguir aquilo em que acreditamos, de uma forma ou de outra todos somos curandeiros, todos temos a capacidade de curar, de ajudar, sem saber como e nas coisas mais simples do dia-a-dia podemos fazer a diferença!

Somos várias individualidades e personalidades, este dia ouvi em qualquer lado alguém a dizer, Deus junta determinadas pessoas e forma uma família, porque todos ensinam algo uns aos outros, todos de certa forma são o equilíbrio, o amor, a fé a coragem!

Mesmo pessoas que vieram ao mundo para sofrer ou ser sacrificados, estão a ensinar-nos de certa forma algo bastante valioso : apreciar a vida!

Pare para pensar se na sua casa também não é assim???

Olhe para o outro e perceba o que tem para nos ensinar...

Penso muito no Autismo do Salvador, e na forma desconectada dele para com estas novas tecnologias e extremamente conectada com a natureza, com o toque, com o olhar... por vezes também penso que ele está cá par nos ensinar que na verdade isso é o que menos importa, que se não comunicarmos uns com os outros, nesta capacidade que Deus nos deu e nos diferencia dos outros seres vivos que habitam no planeta, este mundo torna-se uma catástrofe....
Estamos a tornarmos animais selvagens não verbais, porque comunicamos sem falar...sem usar a capacidade de comunicação que nos torna seres Humanos...

Será que estamos a saber comunicar bem com os nossos filhos, com aqueles que realmente importam...

Será que ao vidrar no telemóvel ouvimos os nossos filhos, escutamos, ou estamos simplesmente todos a tornar-nos um pouco "autistas"??

Vale a pena pensar nisto...

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Acho que foi a primeira e última vez que comprei um livro na Wook. Na verdade comprei, porque só havia à venda lá.
Fiz encomenda e pagamento dia 12/09. hoje a 21/09 ainda nada....
Não fiquei nada satisfeita, e digamos até com uma péssima impressão deste site, Dá pontos e descontos e tal e coisa, mas está pelo menos neste momento a funcionar mal.~
Será que vai encerrar????

J+a vos aconteceu???

terça-feira, 18 de setembro de 2018


Este filme relata a realidade de muitas mulheres na crise da meia idade, casadas, solteiras, divorciadas.
É um filme que nos faz refletir sobre muitas coisas do dia-a-dia, sobre oportunidades de vida e de amor, e sobretudo ensina-nos que devemos não esquecer o outro, mas essencialmente nunca esquecermos de nós mesmos.

Que independente do estilo de vida que escolhemos e levamos, todos temos dias difíceis e tristes, de grandes desafios. Podes tentar ser feliz todos os dias. mas um momento pode estragar a tua felicidade, o teu caminho, hoje em dia há pessoas que acreditam piamente que  ser feliz todos os dias é uma escolha própria....pois não é!

Porque somos seres humanos e sociais, porque a tristeza faz parte do crescimento humano e pessoal e os dias maus também!

Ontem vi meninos a chorar na escola, hoje vi uma mãe, e porque não chorar???? Desde quando é que devemos reprimir emoções????
Se os adultos podem chorar a perda e a morte nos funerais, porque é que as crianças não podem chorar a ausência, o medo, o afastamento quando vão para a escola, numa grande mudança das suas vidas, muitas vezes incompreendida por elas mesmas????

Há muito que mudar nas nossas crenças...deixem as pessoas chorar, dar um murro na mesa, berrar, gritar, ficar sózinhas, reclamar....faz parte do crescimento humano saudável....

Chore pela sua saúde!

segunda-feira, 17 de setembro de 2018



E hoje há recomeços!
Hoje ele pediu com os olhos para o acompanhar à sala, mas ela precisava que também eu estivesse lá.
Hoje se ele comunicasse diria : mãe podes ir comigo?
Hoje ela não comunicou mas disse: obrigada mãe por me teres dado prioridade em relação ao mano!

Nunca em momento algum menosprezem as mães, somos as melhores a resolver conflitos, a gerir emoções. a gerir família, muito melhor que alguns homens que muitas vezes só se precupam em escolher a camisa branca ou azul pela manhã...ao passo que muitas de nós escolhem a roupa, maquilham, arranjam o cabelo, vestem e escolhem a roupa dos filhos, preparam mochilas, preparam lancheiras e no meio dessa azáfama ainda pensam no que irão fazer a seguir.

Então para que muitas mulheres que se julgam, independentes só porque têm um emprego e ganham salário, vocês mulheres vão ser sempre dependentes dos filhos e da família, e de tudo o que roda em torno disso, por muito que nos esforcemos e demos com " os calcanhares no cu", eles mesmo sem sair do sítio levam a melhor no que toca à independência.

No momento em que deixam os filhos, apagam de imediato, isso da memória, e nós???? Nõs matutamos todo o dia, no que podíamos ter feito melhor e pior, no que vamos fazer ao jantar, no lanche que náo preparamos tão bem, na roupa que foi ou não bem escolhida....


Mulheres mentalizem-se que não é o emprego e o salário que vos torna independentes, é a ausência de preocupações matrimoniais e maternais....também o salário é quase sempre mais elevado para eles, e nós assumimos sempre dois empregos....é uma injustiça eu sei, então não venham com clichés....vou trabalhar para não depender do marido, porque vocês dependem de tudo....e tudo depende de vocès....

A mãe

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Quem me segue aqui sabe que eu sou muito louca por sapatos. sapatilhas, botas, etc etc

Então fui prevendo o tempo frio e comprei estas botas na Lefties, também havia em cinzento, mas eu gostei mais desta cor! E como calço 35/36, tenho de arrecadar de imediato!!!

Aqui deixo uma imagem com elas calçadas e apenas uma foto das mesmas! Não são super hiper mega confortáveis, mas preço/qualidade, aguenta este Inverno! E já estou a imaginar n looks com elas, nomeadamente o de Natal!!!






segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Assim terminamos o mês de Agosto e iniciamos o Setembro, com uma estadia aqui neste lugar. Correspondia ao que alugamos, mas na verdade não é uma casa, mas sim um quarto com wc privado.

Com tudo isto dei por mim a perceber que estando a no máximo 2 horas de casa, não compensa passar a noite fora, dado a logística e o gasto, no entanto havia evento do Ibérico e a ideia era ir sábado e domingo (pelo menos o marido), mas depois com o Salvador, não é realmente muito simples!

O Pedro foi uma pessoa extremamente simpática e fomos bem acolhidos, e apenas a um passito da praia e do restaurante D'Aurora onde jantamos lindamente, a ver o pôr-do-sol fantástico!

Não conseguimos visitar o parque do Buçaquinho, porque as Festas abundavam por lá e não foi possível, no entanto ainda fizemos uma prainha, eu e o mais novo enquanto pai e filha foram ao evento da Land Rover.

Temos conhecido bastantes espaços, e dou por mim a roçar entre um misto de minimalismo, quando acompanhados dos miúdos, e de sofisticado, quando somo apenas dois!

Andamos também desta forma a trabalhar no Salvador a resistência à mudança, ao dormir em locais diferentes, e este fim-de-semana percebemos que dar uma volta com ele antes de dormir, de forma que adormeça ainda na rua é fantástico, pois depois é só coloca-lo na cama e sono tranquilo.

Agora resta-nos começar a pensar em todas as rotinas, terapia, novas terapias, consultas, karaté, natação, regresso à escola. mochilas, continuação de lancheiras, regresso à minha vida de mãe, e gestora desta casa e desta família!

Organizar esta casa de férias que tem sido uma loucura, fazer a lista ikea para mudança e refresh desta casa!

Após regresso, aproveitarei certamente para me organizar melhor e estou a ficar profissional da coisa!

A todos desejo ainda um excelente regresso!














Capsule wardrobe- Peças cheve no roupeiro

Muito se fala neste tema, eu chamo de peças que não passam de moda, e que combinam com tudo!!!! Por isso quando comprar peças chave invista...

Segue-nos no Instagram!