Avançar para o conteúdo principal

Porque devemos tirar férias em família?



Ainda sobre férias, e porque devemos tirar férias em família?
Acho que é possível a todos, não importa onde vamos, em que lugar ficamos, o importante é estarmos juntos.

Lembro-me que a primeira viagem de férias em família a 4 foi marcada ainda o Salvador estava na barriga!!!, Loucura eu sei, mas foi a melhor época para viajar, fomos a Menorca, ele ainda nem 3 meses tinha, ou seja, ficou all the time entre o carrinho e a alcofa, ou à mama.

A segunda fomos a Tenerife no ano a seguir, e também foi relativamente tranquilo, alguns cuidados com o sol, com a viagem de avião, mas tudo correu pelo melhor.

Depois no ano a seguir veio à baila o Autismo do Salvador, e desde então as viagens de avião ficaram erradamente de lado e porquê? Porque de facto, se os habituarmos desde cedo, eles não vão estranhar, e claro podem reagir pior, a uma ou outra situação, mas aqui o dever dos pais é não entrar em pânico, não stressar e encarar tudo como normal e tranquilo.

Como é óbvio já muitos estarão a dizer: nem toda a gente pode dar-se ao luxo de ir de férias....ora bem, isso tem a ver com prioridades, e com formas de gestão, se somos um casal que não toma o pequeno almoço no café diariamente, não fumamos, não gastamos fortunas em extras e apesar das despesas serem como as de todas as famílias que têm dois filhos, ou até maiores, acho que merecemos presentear-nos com isto, por todo o nosso esforço anual, fazemos tanto pela família que acho que é mais que merecedor! E só depois de tentar poupar para as merecidas férias, é que vai perceber que consegue,encare isso como um presente, porque se lhe oferecessem teria a opinião, ai e tal, não vou, eu nem gosto de ir de férias, nem de sair de casa...provavelmente aceitaria de bom grado, e nunca mais esqueceria a experiência!!!!  casas, carros, mobílias, etc etc...fica tudo cá gente linda, e tudo o que levamos nesta vida são memórias, e tudo o que deixamos também!
E é óbvio que há pessoas que gostam de campismo, outras de ir 15 dias para o Algarve, outras sempre para o mesmo sitio, outras de cozinhar, outras de não fazer nada!
Mas independentemente da nossa situação todos nós merecemos esta compensação, porque nos dá suporte para o resto do ano laboral até às próximas férias!

Pare para pensar um pouco no dinheiro que pode poupar diariamente, semanalmente ou mensalmente, que lhe permita usar nas férias, se pode poupar para uma casa, ou para um carro, poderá concerteza fazê-lo por umas férias, a não ser que não seja a sua prioridade!

Mas já pensou se vive para trabalhar? E que compensações tira disso? ou tirou? Já pensou que um dia fica doente, e tudo que alcançou de nada lhe vai valer? E que felicidade tirou disso? Não há melhor cura que uma viagem! Se não fosse tão prazeroso viajar, porque tanta gente o faria???

Acho que a foto de cima ilustra bem o porquê de termos férias em família !!!!

Vale a pena pensar nisso!

Não faço juízos de valor de ninguém, apenas nós por cá temos essa prioridade!

Boas férias!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Reciclagem

 Por vezes dou por mim a pensar, que pagamos tanto papel e plástico, para deitar ao lixo....terrível.  Além do lixo que fazemos, também é um desperdicio? Hoje o post é super curto, ,as vale a pena pensar nisto!