Avançar para o conteúdo principal

Loft- Pequenos almoços e almoços saudáveis

Este texto está carregado de Ironia, se é susceptível a isso, por favor não leia!


Hoje fui desafiada pela minha compincha do costume a experimentar este lugar que serve refeições saudáveis, tem uma sala de exercícios, cardio, PT, aulas de grupo, ioga, localizada, e por fim consultas e massagens osteopáticas.
É imensa coisa ligada à saúde e bem-estar.
Coisa para irem ver de perto!
Aberto de Segunda a Sexta, que eu concordo plenamente.
Portanto o ideal para quem tem horários mais alternativos, ou para quem tem o dia livre!
Gostei dos pequenos almoços, o atendimento foi assim/assim, o senhor não foi a pessoa mais simpática do mundo digamos, e notava-se claramente que é do grupo dos extremistas da vida saudável levada ao extremo,daqueles que não vale a partilha de opiniões, pois tudo o que disser, de nada vai valer, talvez lhe faltasse um poucochinho de açúcar, porque estava com um ar assim abatido,para as crianças e este tipo de alimentação, sabemos nós mães que quando temos crianças, a coisa não se dá assim com tanta facilidade, e que umas papas de aveia, num momento de fome e crise, talvez não fossem muito bem aceites pelos nossos meninos.
Eu que sou a pessoa do equilíbrio, e não abdico de um bom prato de massa e de um geladinho ou uma comida gordurosa de vez em quando, não trouxe de lá assim muito boa impressão.
Confesso que esporadicamente me sabe bem este tipo de refeição, no entanto existem vários conceitos dentro do conceito, e eu também não sei muito bem, em que ponto alguns estão assim situados. Eu gosto de praticar Ioga e Pilates, mas não preciso de fazer um retiro espiritual para tal, até porque no meu ginásio também tem!
Depois temos a questão de que tudo que é saudável, paga-se a preço de medicamento e que os pequenos almoços são assim consistentes mas não dá para o dia a dia, a não ser que feitos em casa, mas também pelo tempo de preparação, de duas pessoas, parece-me a mim que para uma manhã de trabalho convencional, e de preparativos e idas a escola, seja assim um pouco difícil de encaixar!
Por isso mesmo é que o Clube das Donas de Casa Desesperadas que de lá saiu da aula de grupo, estava a sair da Pastelaria Convencional mais acima, já eu me dirigia à massagem!
Claro que vamos fazer a aula de ioga, ou pilates, e somos o supra sumo da vida saudável, mas depois não abdicamos do paozinho com manteiga e do café expresso, e para complementar o cigarrinho no fim.

Atenção que isto não é uma critica, acho lindamente que se tenha um estilo de vida saudável, que passa por muita coisa, que não é passar do 8 ao 80, e o nosso organismo também agradece!
Acho que devemos ser conscienciosos, acho que devemos ter cuidado com o que comemos, evitar certas coisas, e também não dar aos pequenos, eu própria tenho os meus dias sem carne ou peixe, sem doces, sem alcool, mas quando me apetece não vou ser radical, e ficar a babar por um copo de vinho, como se estivesse grávida ou a amamentar, mas sabemos que no dia-a-dia que toda a gente tem, isso não é assim tão possível, e depois onde vamos buscar o resto que não vem nas comidas???
Ao Celeiro, em forma de medicamento, quer dizer, suplemento alimentar!

Mas nada contra quem come Tofu de Bacalhau no Natal, acompanhado de abacate, mas no Natal eu não troco o meu bacalhau, com batatas!

Atenção que eu volto a repetir, respeito e cada um sabe de si, mas para mim é Too Much!
Tudo isto para dizer que se são adeptos deste estilo de vida é um sitio para experimentarem, tenho também de alertar que não vão em grupos de mais de 10, porque a sala de refeições não é grande!

Em imagens:






Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Projecto- Um gorro que aquece um coração!

Então tenho sido impelida por uma vontade de ajuda ao próximo. Já foram muitas as peças que tricotei, incluindo mantas e gorros que já perdi a conta. Agora estou vocacionada para fazer peças que aqueçam um coração e uma cabeça nestas noites frias. Como o gorro é uma peça rápida e fácil de se fazer! Vou fazer alguns, para o meu primeiro voluntariado. Lanço o desafio, a quem tem jeito e tempo que ofereça uma peça a alguém mais necessitado este Natal! Numa peça feita à mão vai dedicação e amor e por isso concerteza aquecerã muito mais que o corpo, aquecerá a alma também! Boa sorte no vosso processo! Já ando há muito com a necessidade de  

December!!!!

Dezembro chegou... e com ele todos os pensamentos, todas as reflexões de um ano completamente atípico a que todos sobrevivemos....mas deixem apenas dizer lhes que ....foi um ano de crescimento individual, espiritual e familiar! Saio deste ano de coração cheio, de pura adrenalina, como é óbvio momentos de tudo....foi ano de Marte e deviamos ter preparado para a guerra, se todos chegamos até aqui vivos e de saúde somos uns guerreiros natos, capazes de enfrentar qualquer batalha. Prosseguiremos a 2021, ano de Vénus,  do amor, da prosperidade, da fé e da abundância, da compaixão, do cuidado ao próximo, dos amores impossíveis de contos de fadas! Peço para este ano uma reflexão: o que vale a pena lutar em cada vida que nos pertence? Do que devemos ser gratos ao acordar e ao deitar? O que é para si a liberdade, a saúde, a segurança! O que realmente importa para cada um de nós? Acho que foi um ano bastante reflexivo para quem abarcou e tentou entender a mensagem...a bem da verdade nestas últim