Avançar para o conteúdo principal

Dicas para Primeira Comunhão!



Primeiramente tenha a certeza do dia e hora na Igreja, depois procure a quinta ou restaurante ou local!
É muito frequente haverem locais partilhados, eu honestamente acho que aquilo que pagamos por pessoa, vale bem termos privacidade e um espaço só nosso.


No nosso caso, e muito também em parte para lidarmos de uma forma suave com o Salvador, escolhemos um espaço com espaço interior e exterior, sem acesso à estrada e seguro.

Escolha o convite ( existem variadíssimos na net), coloque a Igreja a hora, o local, a data limite
de confirmação e os respectivos telemóveis.
Se pretender fotógrafo comece a procurar também.
Entre 3/6 meses antes procure vestidos e sapatos.
Depois dessa tarefa feita, decida o penteado.
Confirme se tem a vela de Baptismo, que normalmente é a utilizada na Comunhão.
O Ramo para a criança é opcional!

Decida as ementas, a decoração do espaço e a animação pretendida.
Peça a impressão das ementas, no caso de o local não ter esse serviço, e basta entregar de véspera no respectivo local, bem como o exacto número de convidados, dividido por Adultos, Crianças e Bebés.
Escolha o bolo.

Se pretender alguma decoração extra, ou diferente fale com a responsável do espaço, por norma eles são flexíveis, bem como um ou  outro pedido especial. Se for mais confortável para si, peça para ver uma decoração já montada para outra comunhão, e vá ver de perto.

Vá riscando da lista tudo o que está tratado!

Para o dia leve sapatos de substituição, bem como mudas de roupa se tiver filhos mais pequenos. Se sentir necessidade de ajuda por parte de alguém, não hesite em pedir, lembre-se é apenas mãe e não a super mulher!

Respire, relaxe e aproveite o dia. São dias únicos o segredo é relaxar!




Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Reciclagem

 Por vezes dou por mim a pensar, que pagamos tanto papel e plástico, para deitar ao lixo....terrível.  Além do lixo que fazemos, também é um desperdicio? Hoje o post é super curto, ,as vale a pena pensar nisto!