Avançar para o conteúdo principal

O que mudou nestes últimos 5 anos!

Meu Deus, assim recuando no tempo tanta coisa, e desde 2013 em diante acho que me tornei muito mais confiante!

- 2012- Deixei de trabalhar para mudar de cidade,mudamos para o Porto! A Lara tinha 3 anos!
- 2013- Gravidez do Salvador - Diabetes Gestacionais
- 2014- Nascimento do Salvador,- A Lara entrou para a primária- Tive o meu 1º carro Novo
- 2015- O marido teve o primeiro carro novo- Primeiras suspeitas de Autismo no Salvador- Ganhei e perdi um emprego em 15 dias - Matriculei o Salvador no infantário por causa desse emprego
- 2016- Retomamos à nossa cidade, à nossa 1ª casa- Lara com 7 e Salvador com 2 anos
- 2017- Tivemos o diagnostico de Autismo do Salvador
- 2018 ????






Acho que recuando no tempo, posso dizer que mudei, mudei muito, cresci muito, tornei-me mais confiante e mais capaz, de assumir decisões cada vez mais difíceis e dolorosas! Muito em prol familiar, muito em prol dos meninos, viver no Porto foi uma escola, em muitos sentidos, fiz amigos, perdi amigos, encontrei amigos, aprendi que muitas vezes precisamos apenas de nós da nossa coragem e determinação, e da família mais próxima, o nosso pilar! Aprendi que quem não é visto não é lembrado, aprendi o valor da solidão, e de estar sozinha, aprendi a escutar-me mais, a tentar arranjar forma de combater o vazio,de me sentir perdida e longe de todos, numa cidade que ao inicio parecia que me engolia, aprendi o verdadeiro sinónimo de trânsito, de barulho, de inquietude, aprendi o valor do dinheiro e da poupança, aprendi que amo a minha família mais que tudo nesta vida, aquela que vamos construindo dia a dia com esforço, amor e dedicação.
Perdi 10 kilos, ganhei 10 kilos, voltei a perder, voltei a ganhar! aprendi o significado da dieta feita à força, conheci a Metformina.
Compreendi que o amor do filho homem consegue melarnos até ao osso, e que o da filha mulher consegue chamar-nos à razão numa fracção de segundos.
Conheci imensos sítios especiais, conheci o significado de um bom restaurante, e de uma zona menos boa para se viver, comecei a correr, fiz a minha primeira corrida de 5 km. Conheci o poder da liberdade, e de explorar uma cidade linda que tem muito para oferecer! Soube o significado de ter o marido a almoçar em casa, que ao inicio foi deveras estranho, tenho de dizer, mas também era o único momento do dia em que realmente estávamos sozinhos, onde fizemos imensos programas de namorados, bons almoços! Viajamos muito, conhecemos muito.
Conheci o significado da mudança externa e interna, acho que no fundo a nossa vida sempre desesperou por mudança, que a nossa vida nos lança desafios duros e constantes, estamos juntos faz o próximo mês 14 anos e realmente foi e tem sido uma montanha russa, cada ano um desafio diferente, cada ano uma decisão, cada ano um desafio mais difícil!

Acho que a idade é um posto, acho que a idade nos traz saber, se conseguia estar à altura de todos estes desafios à 10 anos atrás? A resposta é não, não tinha maturidade suficiente, se tive medo? tenho todos os dias!!! Se tenho resposta para muito do que acontece? Também não, mas quando olho para trás encontro sempre resposta naquelas perguntas que nunca soube responder no imediato, e acho que será sempre assim!




Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Felizes os que retomaram a sua rotina mais felizes os que nunca sairam

Sim hoje li um texto e os nossos filhos e nós que estamos em casa confinados, principalmente quem está sozinho  a desdobrar-se em tarefas, em rotinas alteradas, em tentativas de sair para lugares seguros, em idas ao supermercado, as farmácias, a tentar mil malabarismos para nos mantermos despertos e saudáveis, sem que ninguém se mate, nós somos os verdadeiros heróis! Somos mães/pais a tempo inteiro, não podemos ter um surto e sair de casa porque eles não podem ficar sozinhos, nos dias de chuva não saimos, e não é porque chove, é porque as nossas crianças com necessidades especiais, não cumprem todas as regras, e molham-se e sujam-se e fazem xixi, e nós não queremos que uma simples saída de 30 minutos se torne em banho, roupa na máquina, cadeira do carro, lavagem de tudo e mais um par de botas, consumo de água e de máquina de secar, dadas as condiçoes climatéricas! São 10horas eu acordei as 9, o meu filho ontem adormeceu as 2H30, depois de ter sido dura com ele mais uma vez, is

Férias

Férias Incluem passagem obrigatória pela praia que me viu crescer Não estava convidativo a banhos Mas mais uma vez sinto-me feliz por levar as minhas crianças la! É tradição pelo menos um dia lá passado com os avós! E assim foi! Decidi levar a camara e tirar umas fotos maravilhosas !!!! @canon2000D