Family | Reading | Organization | Beauty | Photografy | Travel | Food | Life | Autism

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Há dias assim...difíceis

Há dias em que não consigo assimilar e aceitar, tudo o que sei sobre o Salvador e o seu autismo, há dias em que também não aceito que vá ficar melhor quando só o vejo andar para trás regredir, há dias em que me culpo por não ter a coragem de contrariar o que me dizem, há dias em que as pessoas realmente não sabem o quanto é difícil ter uma criança de quase 4 anos que não fala, e saberá Deus se algum dia falará!
Hoje foi um desses dias, que tentei ouvir e não assimilar o que me disseram, e não consegui, as lágrimas caíram-me pela cara abaixo, porque os fortes também choram, e chorar para o bem de todos nós é essencial, há dias em que acho que todas as lutas, todos os esforços, todas as tentativas não passam disso.
Mas atenção que não estou aqui a dar uma de coitadinha e a queixar-me da vida, estou apenas a falar de uma mãe como muitas mães que pelos seus filhos sofrem e choram todos os dias, sei que podia pôr aqui só coisas boas e positivas, imagens de sorrisos e magias, mas estaria a mentir a mim mesma, estaria a mentir sobre esta vida, esta família, esta casa.
Temos sobrevivido a muitas tormentas, para o mês que vem faz 14 anos que estamos juntos, e mesmo nós temos altos e baixos, dias de muito desgaste, nessas alturas procuramos encontrar o casal que somos, tentamos um programa adulto só a dois.
Uma altura ouvi de um gestor de uma empresa que uma das suas funcionárias era como uma panela de pressão, de vez em quando temos de deixar o ar sair....senão estoura! Mas não seremos todos assim? Todos nós precisamos de libertar pressão!
Vou buscar energia a todas as mães, principalmente mães de crianças autistas, vou buscar sabedoria, opiniões, conforto!
Felizmente estou rodeada, estamos de uma série de pessoas fantásticas que têm uma palavra amiga e de conforto!
Hoje foi a vez das pobres funcionárias da escola, que são fantásticas, mas que coitadas, levaram com as minhas lágrimas e pronto!
Porque sou assim, porque embora não digam por mal, já tinha ouvido uma vez que o Salvador tinha feito mais uma das suas grandes asneiras com o cocó, e embora tenha fé que tudo melhore, e sei que vai crescer,há dias que não toleramos tão bem.
Hoje também soube que tinha de prolongar a fisioterapia, e tão cedo não posso correr....o que me deixa triste e angustiada, porque me faz falta para o meu equilíbrio.
Correr é a tampa da minha panela a libertar vapor, é libertar o desgaste e o cansaço através das pernas, é aquele momento em que não penso em nada, só tenho correr e não desmaiar pelo esforço ;)!

"Obrigada por estarem desse lado! Nos bons e menos bons momentos desta família portuguesa, como tantas outras"!





Sem comentários:

Enviar um comentário

As Mascaras da vida - As pessoas não mudam, as pessoas revelam-se!

Quantos de nós já ouvimos esta frase: "Como mudaste? Estás tão diferente!" Eu acho que as pessoas não mudam, eu acho que as p...

Segue-nos no Instagram!