Family | Reading | Organization | Beauty | Photografy | Travel | Food | Life | Autism

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

   
    Para mim gerir um casamento e uma família é como gerir uma empresa, e vamos melhorando a cada ano, como é óbvio ninguém nasce ensinado e cada dia é aprendizagem! E é como esta imagem, um dia estão em cima, o outro em baixo!

Eu e o nosso médico de família temos muitas vezes conversas introspectivas sobre vários temas, ontem o tema foi casamento e a falta de maturidade que existe hoje em dia em algumas pessoas, que vai lá por 2 ou 3 palhas e manda tudo à vida, assim como se fosse um lenço cheio de ranho jogado no lixo! Sim porque o lenço que era branco, imaculado e apaixonante, passa num ápice a uma chungaria de um lenço com ranho que não serve para mais nada, a não ser para mandar para um qualquer caixote, e muitas vezes até para o chão! E quando há filhos no meio, são duas raquetes a jogar ténis! Ainda há a questão das traições, que nunca tem tempo para a família e para os filhos, mas para sair fora do capoeiro arranjam sempre! ( isto é universal, nenhum género em específico), e geral sociedade desde mil novecentos e carqueja, que se acentuou gravemente, com as novas tecnologias e afins!

Pensem onde desejam investir o vosso tempo e energia!

Pois bem caros cidadãos, ninguém disse que casar era fácil, e ter filhos muito menos, e quem disse MENTIU, mentiu amigos e amigas, lamento desiludir-vos!
Mas agora vamos lá ser honestos, mas também não é o namoro é o paraíso, e o casamento o inferno!
Temos de ser elásticos, ceder, ajustar, aceitar, acolher, ceder, já disse ceder?
Fechar os olhos, respirar fundo 50 vezes!
Temos de aceitar muitas vezes, mesmo que vá contra princípios e crenças, para não arranjar uma briga maior!
Sei que a moda agora é EU SOU ASSIM, NÃO QUER FICA PARA TRÁS, SÓ QUE TAMBÉM TENHO 40 ANOS E PARECE QUE NÃO SAI DOS 15, espero que não digam muitas vezes isso ao vosso patrão, senão além de deixar de ter emprego, também vão deixar de ter salário, e com isso todas as relações que vão adquirindo a vida toda.

Com filhos a coisa ainda aumenta, porque primeiro não pediram para nascer, segundo a cada ano que crescem um novo ajuste, porque com eles acrescem responsabilidades para os pais,físicas, morais e   financeiras, os filhos não são móveis, não se desligam, fazem montes de birras e asneiras,ficam doentes, fingem que ficam doentes, testam o relacionamento, todos os relacionamentos, e se querem sobreviver caros amigos, têm de aceitar e ceder, e resolver, fechar o ciclo, e aguardar pacientemente a próxima fase! Porque meus amigos, um filho não é a tua mota, ou a minha bolsa cara, um filho é uma responsabilidade de quem o pôs no mundo, e não só e apenas a carregá-lo e dar à luz, é de quem também lá pôs a sementinha! Um filho é um ser humano, que vai crescer e vai andar no mundo tal como nós!
Infelizmente ou felizmente, não somos como os animais, que mal os temos, dão logo duas corridas, e no dia a seguir já se alimentam sozinhos,e fazem as necessidades em um qualquer canto, não amigos isso é no BBC Vida Selvagem, e não no ABC Animais Racionais!

Mas também temos de discutir, e quando eu digo discutir, não é fazer da casa uma luta de wrestling, é pousar 30 MINUTOS o telemóvel noutra divisão, e como se uma reunião importante se tratasse, que decide basicamente o vosso futuro,  olharem um para o outro e falar, gente falar, volto a repetir que têm de discutir e desabafar, e partilhar, ou quando vão pedir qualquer coisa ao patrão também levam o telemóvel e ficam à conversa a navegar??? Não não ficam!  E também não dizem, a empresa foi uma decisão sua, pois foi, mas se não tiver funcionários a trabalhar, ninguém lucra com nada, pois é, welcome to the grown-up world !E por vezes a isso juntam-se os sócios, que são as pessoas que colaboram financeiramente, mas também ajudam a tomar decisões e pô-las em prática! Então maltinha, sejam adultos, e aquilo que pedem constantemente aos vossos filhos, que eles imitam de vocês e muito bem, é larguem o telefone quando estamos a conversar! Entendeu?

Larguem o telefone, quando têm de dar banhos, de contar a história, de ficar a ver televisão enrolados, quando fazem o amor, acho que essa parte ainda, e digo ainda , está safa porque têm las manitas ocupadas!!!! Boa, assim é que é!

Senão depois ouvem assim: tu dizes para não usar telemóvel à mesa, mas depois tu usas o teu, e vai daí quando chegar a idade do poderio, vocês acalmaram nos gadjets, vão querer ter uma conversa adulta, e eles adivinhem??? Vão vos fazer o mesmo! Comportamento, gera comportamento, os benditos neurónios espelho, que são baços para os autistas, e ainda bem!

E depois admirem-se quando lerem nas redacções escolares, os meus pais estão sempre a discutir, ou ao telemóvel, nunca passam tempo comigo, ou com os meus irmãos, já nem me lembro da última vez que saímos ou brincamos juntos, porque eles estão sempre cansados e sem paciência! Eu sei que eles trabalham muito para eu ter uma vida melhor, mas melhor seria estar apenas na sua presença!

Uma qualquer criança

Prestem atenção uns aos outros, olhem-se nos olhos! Atenção que não é olha para o que digo não olhes para o que faço, porque eu batalho todos os dias com isso, quer comigo, quer com restantes membros, e como nem sempre resulta, são os outros que estão a perder momentos importantes da vida, e da vida dos pequenos e não eu! Assim como vocês!

Se o divórcio já era um grande problema, estas pequenas distracções vieram acentuar as diferenças entre os casais, a comunicação, os limites de tolerância, a disponibilidade de entrega, seja para o cônjuge seja para os filhos, e um maior interesse pelos outros e menor pelos nossos!

O desafio que lanço aqui é que pelo menos 1 vez por dia, retirem 5 a 10 minutos ao vosso telemóvel, computador, ou tablet e os usem de forma mais produtiva, quer a dar um abraço, um beijo, a ler uma história, a fazer algo que têm adiado, a pensar, a escrever, a dar um beijo de boa noite, a contar uma piada.

Ou então sempre que usam os gadjets, controlem aproximadamente o tempo que passaram, e pensem no que de produtivo poderia ser feito nesse tempo! Não vão acreditar que aquele "bocadinho" provavelmente é metade do vosso dia! Dia que desaparece, sem que tenham vivido a vossa vida mas a dos outros!

Por vezes não há falta de tempo, há prioridades diferentes, e honestos sejamos, toda a gente está viciada em gadjets e redes sociais, e o resto????? E a vida?

Vale a pena pensar nisto!

"Todos estes testos são baseados nas minhas vivências, e em quase 11 anos de vivência em comum, com a mesma pessoa, não é critica nem ataque, nem a mim nem aos demais, é apenas algo que relata um pouco da sociedade em que vivemos e estamos a criar os nossos filhos!"

Então este produto é para si!

Não sei se será anti-estrias, mas pelo menos não causa a sensação de frio, hidrata, absorve rapidamente e ainda é agradável ao colocar!
Eu por norma chego após o banho, porque depois visto o pijama, no entanto para de manhã e para garantir que não mancho a roupa, uso creme, emborae a pele fica suficientemente hidratada. 

Por isso é um produto acessível, de compra de supermercado, e para mim bastante bom!

Mais informo que normalmente todos os produtos de beleza e higiene, compro com desconto, nunca pago o valor total!


Um Verão na Fazenda

"Mais tarde, já as crianças dormiam exaustas de cansaço, e porque calor que se fazia sentir convidava, sentaram-se ainda no alpendre a relembrar histórias antigas, e a imaginar o futuro dos seus rebentos, que cresciam à velocidade da luz! Embora ela dissesse que até determinada idade podiam crescer ainda mais rápido, ele às vezes concordava, e outras não!
Ele dizia: Lá estás tu a fazer prognósticos futuros!
Ela respondia: De verdade que não pensas nisso?
Porque sim ela pensava-o e imaginava-o tantas vezes!
A certa altura, e depois de longos anos juntos, ela sentia que tinham invertido papéis, e até formas de pensar, como se tivessem as almas, trocado de corpo, pois garantidamente não eram os mesmo jovens que outrora se conheceram, mas ainda partilhavam sonhos, memórias, vivências de um tempo em que a única responsabilidade era amar, e estar juntos!"

Adriana Salgado
Uma Casa Portuguesa

terça-feira, 30 de janeiro de 2018


E enquanto sonhar não paga imposto, isto iria fazer-me sorrir, e sonhar, e viver a maravilhosa vida que Deus nos deu em realização!
Hoje já aproveitava ali naquela rede a melancolia e a tranquilidade que apanho de costas para a janela da minha varanda, com este sol de Inverno, já dizia a nossa querida Simone de Oliveira, este "sol de inverno" Português tem realmente um sabor especial!
O meus filhos a saltar feitos loucos naquela piscina, jantar e beber umas margueritas no alpendre ao final do dia!
Para mim isto seria o paraíso na terra, ver os meus filhos hiper felizes e eu realizada pelo mesmo motivo!
Para muitos isto é uma coisa banal, para outros um luxo, para mim um SONHO!

Porque a felicidade é por vezes sonhar e idealizar!
Pelo menos para mim!

Um Verão na Fazenda

"E ela enroscada na rede de pano, lia o seu romance, enquanto que gargalhadas de alegria e euforia se ouviam da piscina, bem como saltos verdadeiramente acrobáticos, num chapinhar emocionante!
Ali tudo a fazia sorrir, ali tudo era calma, paz e amor!
Ali onde o pôr-do-sol era de uma beleza exuberante, quando, ele a abraçava no corpo desnudo, a agradecer, o melhor que a vida tem, contemplando mais um final de dia de amor e união!"

Adriana Salgado 
Uma casa Portuguesa


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Tive um livro que falava sobre isso, sobre as diferenças tão notórias entre  homem e mulher, na forma como lidam de forma diferente com as mesmas situações, e na forma como em casal, em conjunto, isso por vezes causa um caos!

As relações pessoais são por vezes muito complicadas, quem não discute e não se chateia, está morto!!!
E porque claramente pensamos de forma diferente e valorizamos coisas diferentes!
Nesse aspecto eu gostava de ser um  pouco mais assim, ignorar.
Falo isto nas pequenas coisas do dia-a-dia, aprender a não valorizar tanto, a não dar tanta importância, mas há um longo trabalho que tem vindo a ser feito e temos de continuar!
A minha filha neste aspecto é idêntica a mim, e claro pobrezinha sofre horrores com isso!
Estamos já desde cedo a ensiná-la a desvalorizar, e claro que o pai : género masculino
, macho da casa, dá 10 a 0 a mim nesse ensinamento!
Porque a pobre valoriza as coisas femininas, e desvaloriza as masculinas, passo a explicar: há coisas em que é como um homem, laisser faire, laisser passer, noutras é o poço do drama, rainha das carpideiras!

O irmão, do género masculino, e autista, que por si só, já se abstrai de tudo e mais um par de botas, talvez me venha ensinar aqui qualquer coisinha, até tenho medo de saber o que ele pensa!!!

Acho que isso vai de encontro ao que falava no livro, acredito que muitas das vezes os homens realmente não façam por mal, certas coisas, no entanto nós vai daí fazemos a tempestade num copo de água, eu principalmente, caranguejo, que vou do 8 ao 80 como se de um Ferrari se tratasse!
Mas admito, que juntando as constelações ao feitio, é ruim né???
Sim eu admito aqui publicamente, que tenho mau feitio, e quem não tem?
Todos nós temos algo de bom e de mau cá dentro!
Assim como por vezes temos atitudes que eles também não compreendem.

Acho que temos de falar para qualquer homem como se de um autista se tratasse:

Não usar indirectas: eu gostava de..NÃO 
É assim: quero este anel, mostra de imagem, que podes comprar na Ourivesaria da rua, se houver mais de uma tem de dizer o nome.

Pedidos simples e concisos: o prato branco, que está no armário branco, abre a porta do teu lado esquerdo.

Não pedir duas coisas ao mesmo tempo : traz-me o casaco e a mala...vai trazer o casaco ou a mala.
E não esquecer de dizer qual a cor e o local onde está: 
Assim: traz-me o casaco castanho de cima da cama ou a mala preta que está no sofá!
Nas listas de supermercado colocar: quantidade, marca e se possível preço!


Deixa-los chegar a casa e ficar temporariamente na casa do nada, eles gostam, e só depois, quando se dirigirem a vocês podem começar os pedidos!!!
Relembro um de cada vez!
Poucas perguntas(inquéritos), se perguntar menos eles contam mais!
Não misturar assuntos, tipo :
Hoje fui ao pão , ah lembrei-me agora, é preciso pão!!., esqueça, limite-se a contar o episódio do pão, assim:
Fui ao pão, encontrei a Maria, a mulher do João,o teu mecânico, está tão velha!!!

E fim da história!

Eu falo por mim, nós mulheres, gostamos imenso de narrar, fazer a história da coisa, como quando pedimos uma direcção e a pessoa leva-nos ao Algarve, para ir a Lisboa, quando saímos do Norte???
Mas mulheres amigas deste mundo, cabeça de homem filtra, e muito, e depois nós não entendemos, porque nós não nascemos assim!
E mais, quanto mais perguntar-mos mais eles reduzem, ao ponto de dizer:
Nós: Onde almoçaste?
Eles: No sítio do costume.
              Fim de Conversa, e nós piursas, vamos achar que está a esconder alguma coisa!!!
                                      E pronto, começamos a narrar e instala-se o caos!!!

Tudo isto para dizer que em lugar de valorizarmos o bom dos dois, e ignorarmos o mau, estamos all the time, a trocar tudo! 

Mas será que se fossemos como os homens, e eles como nós, tudo isto resultaria?
Será que vamos ganhando ou perdendo resiliência a estas coisas?
Será que com a convivência diária, nos adaptamos ou inadaptamos mais?
Será que se tivéssemos o melhor dos dois, precisaríamos partilhar a vida com alguém?
Talvez fossemos demasiado completos, e não precisássemos uns dos outros!
Será que trocando de pessoa, vida, relacionamento, a coisa melhora ou piora?
Será que ao fugirmos do lobo, encontramos a raposa?

Vale a pena pensar nisto!

Note-se que isto tudo que falei, são estudos feitos a mim mesma, de acordo com as minhas vivências, não sou nenhuma expert, e certamente para algumas pessoas este texto pode não fazer qualquer sentido!

Este post é geral, mais precisamente para as mulheres, que normalmente não são tão informadas destas coisas, sem querer descriminar, atenção!
A última inspecção que fiz foi a um outro carro e já foi salvo o erro em 2012.


Imagem retirada da Net









No entanto a reter:

No caso dos automóveis ligeiros de passageiros, a primeira inspeção veicular deverá ser marcada quatro anos após a data da primeira matrícula e em seguida de dois em dois anos, até perfazerem oito anos. Após decorrido esse período, a inspeção deverá ser marcada anualmente.


  • A inspecção custa à volta de 32 euros para veículos ligeiros.
  • Mantenha o carro ligado e o vidro do condutor aberto, para ouvir as ordens.
  • Convém ter logo o triângulo e o colete reflector no banco do passageiro.
  • Tenha consigo à mão o livrete- Documento Único Automóvel- quando se dirigir à recepcção.
  • Vão pedir para abrir o capô e irão certamente ver o pneu suplente que normalmente se encontra na mala.
  • Vão pedir para acelerar. 
  • Ligar médios, máximos e faróis de nevoeiro, bem como piscas.
  • Depois e após verificações do "inspector", irá pedir que volte a entrar no carro e travar no travão e ao mesmo tempo rodar o volante para a esquerda e direita, com o carro travado ainda assim com o travão de mão!
  • No final estando tudo ok, vão entregar um documento que valida que o veículo pode circular na estrada sem qualquer problema, e a data da nova inspecção, bem como a entrega do livrete.
  • No caso de haver alguma anomalia, para além de pagar valor de reinspecção, terá também o prazo que lhe indicarem, para voltar com a anomalia reparada!
Não deixe para muito próximo da data limite, se tiver carros mais antigos, para ter margem de manobra, no caso de anomalia!


Link para mais informações:
Ainda sobre o fim-de-semana e sobre o bom tempo que se fez sentir!
Vigo é uma cidade enorme, com muito a explorar, um fim-de-semana de 3 dias será excelente para explorar, e depois tem as praias que por ali são maravilhosas, em especial para crianças.
Ontem para terem ideia, no alto do jardim, faziam-se sentir uns maravilhoso 15 graus.
O Salvador tem sempre aquele íman com a água, mas depois encontramos um parque infantil, com um pincha-pincha muito específico, e ele adorou!
Ainda lanchamos uns bocadilhos, conjuntamente com todas as tapas que normalmente acompanham as bebidas em Espanha e são gratuitas, e basicamente ficamos jantados!











Era uma casinha com esta vista!!!



sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Hoje depois de um excelente almoço  em boa companhia, lá fui desafiada pela minha compincha, a irmos experimentar uma massagem aos pés neste sitio maravilhoso, nem imaginava o quanto precisava disto! E como gosto de experimentar coisas novas e diferentes, fui a pessoa ideal a ser desafiada.
Ela fez reflexologia, e eu massagem normal!

Deixo aqui a sugestão de oferta, promoção para o dia dos namorados!

Em imagens deixo aqui um pouquinho do espaço!

E o link:

Mais uma vez só indico porque adorei e recomendo!














quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Que era contigo a minha vida toda!
Que era um amor para a vida toda!


Foi uma das melhores coisas que fiz e que vou guardar sempre na memória com carinho, foi uma sessão fotográfica, grávida do Salvador!

Já com outra maturidade e experiência, e consciência que esta seria a minha segunda e última gravidez!

Foi um dos momentos mais bonitos, e que fizemos em família!

Guardarei para sempre na memória, este momento, e o quanto já eras amado dentro desta minha barriga!

A nossa família completou-se quando nasceste. 

Todos nós te amamos incondicionalmente, e estaremos sempre aqui!







Tenho feito com alguma frequência, encontros no Kindtera - https://www.kindtera.pt, um espaço fantástico do qual já aqui falei.
Este próximo sábado 27/01/2018 , irá decorrer neste mesmo espaço, uma Tertúlia, e troca de ideias, entreajuda, entre famílias comuns, com Asperger/Autistas e também com Asperger/Autistas adultos, aberto a quem queira aparecer e gratuito, das 15:30 às 18:30, a presença de todas crianças em especial as portadoras desta síndrome, será muito bem recebida! Espaço livre para brincar e correr, e animais para observar!
A única coisa que pedimos, é algo para o lanche, para partilharmos também no final.

Somos diariamente assombrados por perguntas sem resposta, por um pouco de falta de compreensão da sociedade, quer por falta de conhecimento, quer por não ser fácil destingir esta síndrome e ser constantemente confundido com má educação e indiferença, embora estas pessoas, sejam muitas vezes incompreendidas.
Para nós e para eles é uma luta diária e constante, daí a importância da partilha e troca de ideias, bem como o esclarecimento de dúvidas, que vão surgindo no dia-a-dia e com o seu crescimento!

Pessoalmente deparo-me com estas pequenas dúvidas e dificuldades, conforme partilhei no post anterior!

O espaço não é meu, mas será cedido pela representante do Kindtera, que também tem muito interesse, numa maior compreensão deste tema que iremos abordar!

Qualquer dúvida pode enviar para a página do Facebook - /https://www.facebook.com/kindtera/ as suas questões.



Contamos consigo!

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Há dias em que não consigo assimilar e aceitar, tudo o que sei sobre o Salvador e o seu autismo, há dias em que também não aceito que vá ficar melhor quando só o vejo andar para trás regredir, há dias em que me culpo por não ter a coragem de contrariar o que me dizem, há dias em que as pessoas realmente não sabem o quanto é difícil ter uma criança de quase 4 anos que não fala, e saberá Deus se algum dia falará!
Hoje foi um desses dias, que tentei ouvir e não assimilar o que me disseram, e não consegui, as lágrimas caíram-me pela cara abaixo, porque os fortes também choram, e chorar para o bem de todos nós é essencial, há dias em que acho que todas as lutas, todos os esforços, todas as tentativas não passam disso.
Mas atenção que não estou aqui a dar uma de coitadinha e a queixar-me da vida, estou apenas a falar de uma mãe como muitas mães que pelos seus filhos sofrem e choram todos os dias, sei que podia pôr aqui só coisas boas e positivas, imagens de sorrisos e magias, mas estaria a mentir a mim mesma, estaria a mentir sobre esta vida, esta família, esta casa.
Temos sobrevivido a muitas tormentas, para o mês que vem faz 14 anos que estamos juntos, e mesmo nós temos altos e baixos, dias de muito desgaste, nessas alturas procuramos encontrar o casal que somos, tentamos um programa adulto só a dois.
Uma altura ouvi de um gestor de uma empresa que uma das suas funcionárias era como uma panela de pressão, de vez em quando temos de deixar o ar sair....senão estoura! Mas não seremos todos assim? Todos nós precisamos de libertar pressão!
Vou buscar energia a todas as mães, principalmente mães de crianças autistas, vou buscar sabedoria, opiniões, conforto!
Felizmente estou rodeada, estamos de uma série de pessoas fantásticas que têm uma palavra amiga e de conforto!
Hoje foi a vez das pobres funcionárias da escola, que são fantásticas, mas que coitadas, levaram com as minhas lágrimas e pronto!
Porque sou assim, porque embora não digam por mal, já tinha ouvido uma vez que o Salvador tinha feito mais uma das suas grandes asneiras com o cocó, e embora tenha fé que tudo melhore, e sei que vai crescer,há dias que não toleramos tão bem.
Hoje também soube que tinha de prolongar a fisioterapia, e tão cedo não posso correr....o que me deixa triste e angustiada, porque me faz falta para o meu equilíbrio.
Correr é a tampa da minha panela a libertar vapor, é libertar o desgaste e o cansaço através das pernas, é aquele momento em que não penso em nada, só tenho correr e não desmaiar pelo esforço ;)!

"Obrigada por estarem desse lado! Nos bons e menos bons momentos desta família portuguesa, como tantas outras"!





domingo, 21 de janeiro de 2018

Um blog e um youtube são negócios e trabalhos, que a meu ver, levam tempo, dedicação e esforço, e alguns demoram anos até serem reconhecidos, até surgirem ofertas, parcerias, unboxing.

Lembro que o primeiro blog que tive ainda não havia esta febre do Blogs, e foi pena ter abandonado, pois talvez o meu percurso de vida tivesse sido diferente, chamava-se as Loiras também Reinam, isto foi  no ano de 2005.

Entretanto tive o Arruma-me muito tempo, que falava de organização doméstica, e também abandonei, acho que nunca tive o feedback que esperava, e também nunca tinha o conteúdo que me identificava, embora goste de poupança e organização, não sou só e apenas isso, gosto e tenho conhecimento de muitas outras coisas!

Porque também fui mudando, crescendo, amadurecendo, a vida trouxe-me dois filhos um deles Autista, e as coisas foram-se encaminhando nesse sentido, acho que o meu propósito passa muito pelo sentido de família, embora ache que no entanto me identifico imenso com bastantes temas, e também tenho diversos conhecimentos dos quais posso abordar aqui.

Acho que o dia-a-dia de uma pessoa tem imensas vertentes, e mesmo falando de assuntos recorrentes cada um de nós tem muito para dar ao mundo, e cada um de nós tem o seu cunho muito pessoal em tudo o que faz!

Sei que muita gente não gosta de ver e de expor, ao mesmo tempo que acho que muitas de nós, que se expõe e expõe vidas, passam muitas vezes por ser uma muleta para os outros, um ombro amigo, ou até mesmo um, afinal não acontece só a mim.

Tenho sido muitas vezes consultada por pessoas amigas e desconhecidas, no que toca ao Autismo, e terei sempre todo o prazer em ajudar no que puder.

Lembro -me que há dois anos atrás a primeira suspeita, pela parte da psicóloga do infantário, caiu como um raio na minha cabeça, tirou-me o chão e deixou-me completamente desorientada, andei e andamos muito perdidos, sempre na linha da esperança, que tudo não passa-se de um se, até ter o diagnóstico concreto, dado pelo neuro-pediatra, embora ainda hoje me perguntem se ele está realmente diagnosticado, porque é como um BI, é para a vida, tenho e acho que todos os próximos têm, que o Salvador é um menino completamente diferente dos demais, quer pela total ausência verbal da comunicação quer pelas estereotipias, quer pela total ausência de socialização!

Hoje em dia falo muito do Autismo, nesse sentido, e porque acho que posso ajudar muita gente a orientar-se, e a perceber que tal como eu o melhor que podemos fazer é seguirmos o nosso instinto de mães, e nós pais e família próxima, bem como o meio escolar onde possa estar inserido, são os melhores terapeutas e co-terapeutas, que podemos proporcionar aos seus amigos.

Jardins Palácio de Cristal Porto


Isto para vos dizer, que um blog demora a construir, que as pessoas vão chegando muito de mansinho, e vão ficando, e tornamos-nos como parte da companhia de suas vidas, que por vezes uma leitura, um sorriso numa fotografia, alegram mais o nosso dia. Acho que tento ter um blog o mais realista possível e sei que isso não agrada a toda a gente, no entanto o blog, não é só exposição mediática, não são só ganhos, no meu caso nem ganho nada, apenas conselhos simpáticos de leitores e força para continuar, mas por vezes as parcerias e as ofertas vão surgindo nas nossas vidas, e trazem imensos benefícios, temos de ver as coisas pelo lado bom e aceitarmos, pois se o vosso patrão vos oferecer um aumento, ou um presente pelo vosso esforço, provavelmente não dirão que não! Certo?

O meu blog neste momento é uma partilha, bem como os vídeos, que são como são, são o que gravo, e imediatamente transporto!
No entanto espero que este blog me traga imensas realizações pessoais, tão grandes quanto os conselhos que me vão sendo pedidos, e os comentários simpáticos que me vão chegando!
Não me considero a super mãe nem a super conselheira, mas se confiam em mim para vos aconselhar, volto a repetir, que no que puder e souber estarei aqui!

Sejam muito bem-vindos à nossa casa!


sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Já tenho um canal criado no Youtube desde 2015, e ultimamente está a dar-me vontade de voltar aos vídeos, na altura deixei de fazer, porque dava imenso trabalho, editar e tricotar e gravar. Sim o intuito era ensinar tricot, no entanto e o inicial momento assustador de gravar para a câmara, já passou, estou a pensar voltar, com temas do dia-a-dia, de uma mulher mãe!

Tenho colocado já alguns no Instagram e no Facebook, mas gostava de saber o vosso Feedback acerca disso!
Note-se que o vídeo é filmado com telemóvel e não tem qualquer edição, normalmente, não tem cortes e é realmente o que acontece!

Praha Czech Republic 2015


Aguardo as vossas opiniões!

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Nós por cá costumamos mascarar-nos sempre, o Carnaval é uma época festiva e divertida,  assim que consegui vou ao Baú da memórias tirar todos os anos carnavalescos da nossa família. Normalmente compro ou peço emprestado, e confesso que com esta minha veia criativa, me apetece ser eu a fazer, no entanto eu e a máquina de costura ainda não somos muito amigas, e a coisa não se dá.
Tenho a dizer que já vi fatos de Carnaval maravilhososos, no entanto para mim os melhores são os originais, pois não correm o risco de aparecer alguém igual a vocês, andei pela Net a recolher imagens que talvez vos possam ajudar!

Inspirem-se!
























Comprei a continente Magazine, porque gosto de algumas receitas, gosto dos vales de desconto que traz e das ofertas, desta vez o que tive direito??? Amostras de Amaciadores!!! Yupi, e uma embalagem de sopa para a miquinhas, que está na casa da avó!
Mas em relação a isto das ofertas tenho algo muito giro para vos contar!
A filhota domingo passado foi comigo ao continente e eu peguei na revista máxima, porque ia ver o horóscopo, é mais um dos meus vícios!!! E diz-me ela muito depressa: mãe, não vais levar isso pois não???
Não tem oferta!

Pronto está viciada também, esta pequena com apenas 8 anos!

Porque por norma só compro revistas quando trazem ofertas, normalmente champô, ou condicionadores, uma altura trouxe uma espuma de banho da rituals, assim muito boa, e aí compensa o investimentos, por sua vez por vezes dentro das revistas também existem descontos!

Aqui estão as minhas singelas e maravilhosas ofertas!



Sou viciada em muitas coisas, mas tenho de confessar, aos meus leitores, que sou viciada em amaciadores de roupa, sim gente, amaciadores de roupa, há gente com cada tara!!! Digam lá!
Não tenho nenhuma marca fixa, vou comprando o que está em promoção, e quando não há promoção compro um de marca branca. Mas esperem não podem ser amaciadores grandes, porque não gosto de levantar aquele peso todo, só para deitar um bocadinho de liquido na máquina, contando que ponho a roupa a lavar mais de 10x por semana...estão a imaginar! Esta semana o edredão de penas e a colcha, já foram à máquina 2x, saga de quem tem filhos pequenos em fase de desfralde, e que não acorda para os pôr a fazer xixi de noite e depois é isto, esta noite foi uma mega algazarra, porque o meu filho tinha o pijama cheio de xixi e recusava-se a tira-lo, eu a dormir em pé e ele a fazer-me frente, bem....o melhor mesmo é sacrificar-me e pôr-me a pé!
Portanto hoje a saga da roupa continua e a máquina já vai na 3ª carga.
Valha-nos o sol!
Mas a minha cena com os amaciadores é sentir o cheiro impregnado na roupa sempre que pego numa peça, sejam toalhas, roupa de cama, roupa, assim roupa a cheirar a limpo, a lavado e com cheiro.
Já deixei a máquina carregada sem pôr a lavar até comprar o amaciador. Isto é altamente viciante!
E pronto, não há medicação para isto, já pesquisei na net, por agora a única solução é ter sempre amaciador em casa! Também não há grupo de apoio para MVAPR- Mulheres viciadas em amaciadores para roupa!
Hoje fui ao continente por causa da cadeira de rua que falarei noutro post, porque gente, esta mãe há 9 anos quase, não sabia fechar aquele determinado carrinho, mas agora já sei, porque uma funcionária muito simpática e entendida me explicou, mas o problema é que encontrei estes amaciadores a 2 euros cada com 50% (pvp. 3.99) ,de desconto e na dúvida do cheiro, trouxe 4 diferentes, que pelas minhas contas, apenas vão durar uns 2 meses, depois digo-vos qual gostei mais, ainda havia um Pure acho eu, mas esse não trouxe!
E pronto assim termina esta linda e breve história de : Uma mulher viciada em Amaciadores de Roupa!




quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Passo a explicar, que esta  é mais uma das minhas evoluções!
Nem sempre foi assim, já fui daquelas que tive 10 cremes para cada membro do corpo, bem nem tanto!
Mas tinha imensas coisas em duplicado!

Também sou conhecida pela minha família próxima, por destralhar sem dó nem piedade, porque sei lá, é algo que me relaxa, organizar e destralhar ajuda-me imenso na concentração!
Faço-o com frequência, de 3/3 meses ou de 6 em 6 meses.

  1. Não guardo nada que "poderei" vir a usar, o poderei é um verbo muito longínquo para mim!
  2. Não guardo o que não me serve.
  3. Não guardo cremes e produtos fora de validade!
  4. Não guardo 1.000 frascos, ou embalagens.
  5. Não duplico coisas nas gavetas!
  6. Quando não tenho a certeza da data de validade, deito fora, por isso a dica que dei para colocar a data à abertura do produto! Assim não há erros!
  7. Tento sempre usar produtos até ao final.
  8. Só uso um novo no fim!
  9. Não guardo nada que não tenha usado na estação anterior.
  10. O que não uso diariamente e semanalmente está guardado na garagem.
  11. Gosto de caixas transparentes para guardar as coisas
  12. Adoro sapatos e malas, mas não tenho mais que o suficiente!
  13. Mesmo no que toca a roupa de cama e de banho e cozinha, tenho apenas 2 conjuntos para cada cama.
  14. Não duplico tapetes, cortinas.
  15. Todas as semanas, deito lixo fora mesmo assim, e sinto que a casa nunca está organizada.
  16. Tenho muito daquilo que faço uso regularmente e compro sempre mais essas coisas, que não considero acumulo, pois só volto a comprar quando o último está a terminar.
  17. Não guardo coisas que não gosto, ou já não gosto!
  18. Tenho sempre uma peça de roupa no roupeiro, que normalmente são saldos para épocas festivas, que faz com que, quando uso, sinta que é realmente novo, como se tivesse acabado de comprar, normalmente são roupas e acessórios de cerimónia, nomeadamente:
- Roupa
- Malas pequenas
- Bijuteria





    18. Tenho duplicado balança, nas duas casas de banho, já tinha uma e agora com isto da Casa Digital- http://www.aminhacasadigital.com/-  do marido recebemos recentemente mais uma, tenho uma em cada wc, e um bacio para o Salvador!
Termómetro, que era um para casa outro para o infantário.

  • O que não presta deito fora.
  • O que se aproveita dou, a pessoas amigas, ou instituições.
  • Brinquedos o ideal é entregá-los numa creche, escola eles são gratos, e imensos meninos podem usufruir do mesmo.
  • Pode sempre vender, online, ou numa loja em segunda mão!
O conselho que vos dou, sendo iniciantes, é começar por um espaço pequeno, uma gaveta, e guardar o que acha que não quer numa caixa na arrecadação ou garagem, se esquecer isso por 6 meses, provavelmente nunca vai usar!
Note-se que só faço isto com as minhas coisas e as dos miúdos, hoje em dia faço conjuntamente com a Lara quando é algo que ela deve decidir se quer dar ou guardar.
No caso do marido, deixo que seja ele a decidir!


Cozinhar através dos sentidos

Já perceberam se seguem os instastories desta casa Portuguesa, que por aqui adoramos comer e cozinhar. e acreditem adorados leitores, que q...

Segue-nos no Instagram!