Avançar para o conteúdo principal

Tarefas domésticas e organização

Quanto tempos devemos dedicar por dia a tarefas domésticas e organização. independentemente de estarmos em casa e trabalharmos fora ?

Devemos incluir as crianças?

Porque mesmo que estejamos em casa não devemos fazer tudo sem ajuda?



Devemos destinar 1 hora cronometrada por dia, a pequenas tarefas diárias, como camas, lixo, arrumar coisas fora do sitio, mais 15 a 30 minutos, para organizar um lugar da casa, quer uma gaveta, quer um roupeiro ou um armário, como uma limpeza profunda.
Porquê cronometrada, porque "obriga-nos" de certa forma a acelerar o processo e não procrastinar. Muitas das vezes as pessoas demoram imenso tempo a fazer uma tarefa que no seu normal duraria uns 5/10 minutos no máximo, porque ou estão constantemente a mexer no telemóvel, ou decidem a meio para por algum motivo, e porque no final se vai espantar, com a quantidade de coisas que conseguiu fazer em apenas 1HORA!
Se incluirmos toda a gente nas tarefas, torna-se mais eficaz e produtivo.

Pequenas tarefas para as crianças como levar o lixo, fazer as camas, pôr a mesa, a loiça na máquina, arrumar o próprio quarto, são tarefas que são capazes de fazer!
Explique que o quarto é o lugar onde dorme, e convém estar minimamente arrumado, para que o sono seja melhor, mas não se esqueça de dar o exemplo, somos o seu espelho, não recompense esse acto financeiramente, porque manter o lugar onde vivemos organizado é um dever de todos, atribua sim um prémio de esforço por tal, não atribua sempre as mesmas tarefas que podem ser de todos a uma só pessoa, a não ser que ela seja mais eficaz a fazer esse trabalho.
Se no momento da limpeza, tiver crianças em casa que ainda são pequenas para tarefas, que por norma as pequenas fazem imensa bagunça, coloque-os a brincar ou num determinado cómodo da casa.

Em algumas idades as crianças gostam de jogos e competição, pode fazer o jogo de quem faz mais depressa, para incentivar a criança a fazer mais rápido, claro que nós pais temos de ter a sensibilidade de demorar um pouco mais, e até deixa-los ganhar, porque vai fazer com que se sintam muito orgulhosos e capazes da tarefa!!! Elogie sempre no fim,  e explique que fazer mal e fazer bem, demora o mesmo tempo, o importante é concentração!!!

Quando temos bebés e crianças maiores, podemos inclui-los ao pedir uma fralda, o creme, ou fazer o jogo do meu bebé e bebé dela, nós fazemos no nosso bebé, eles fazem no deles, pode até emprestar uma fralda e creme reais, para a brincadeiras, eles vão participar, aprender e adorar, assim como as refeições! Pode criar um nome para o jogo!

Porque não devemos ser a fada do lar, porque criamos hábitos bons em todos, mesmo que nunca o tenham feito, porque o que todos sujamos, todos devemos limpar, e porque se um dia formos trabalhar fora, andamos a criar um hábito que não conseguimos manter, com um trabalho fora de casa.
Se não consegue fazer as tarefas mais profundas, se puder  financeiramente contrate alguém para o fazer, mas lembre-se, que limpeza é uma coisa diária, alguém que limpe 1x por semana, não faz milagres!!!

Tal como no negócio, na vida tudo se faz em parceria! Até os remos vêm aos pares!!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Fantasma do Compromisso

Já se perguntou quantos relacionamentos poderiam ter dado certo se fossem apenas e só amigos? Já reparam que quando começamos a "andar" ou "sair" com alguém supomos de imediato que temos de ser só daquela pessoa e começar a dar e a cobrar satisfações ? Nascemos sozinhos morreremos sozinhos, sozinhos chegamos, sozinhos partimos.... Não me canso de dizer isso, vimos a este mundo para partilhar e ter vivências uns com os outros, mas não somos, não devemos, não podemos ser posse do outro! Somos seres independentes e autonomos, e o que fazemos é partilhar e predispor da nossa companhia com determinadas pessoas! Porque é que muitas relações de amizade duram uma vida e os relacionamentos por vezes não? Prende-se ao fator compromisso, passamos a ser insconscientemente, propriedade um do outro, e se não somos comportamo-nos como tal...a pergunta é quem gosta de ser marionete e cingir-se ao outro ? ninguém , na verdade ninguém. Há quase sempre o dominado e o dominador, que é

Tricot

Quem me acompanha desde os primórdios, sabe que este blog já foi inteiramente dedicado ao tricot e se chamava lanzuda...pois bem confesso, que nos últimos tempos, não que não consiga, mas não tenho feito disso prioridade, embora vos confesse que tenho imensas saudades! Vou tricotar este ano alguns gorros para sem-abrigo, que é um projeto que tenho em mente há anos, eu vou mentalizando tudo na minha vida,projectando, vizualizando,co-criando, até que surja o momento certo para por em prática, e aí ninguém me segura! Para mim é terapia, e esta arte pode ser aplicada em centros de recuperação, porque tem a vertente calmante e terapeutica, e criar algo é sempre positivo ao ser humano! Mexe com os dois lados do cérebro em simultaneo, e pulsa o lado criativo, cada um pode por o seu cunho pessoal e é maravilhoso !  Tinha uma luta com meias, até que há dois anos e de forma autodidata, consegui fazer este par, com a lã Mondim , uma marca Portuguesa da Retrosaria ! Adoro, e este ano é para repeti

Reciclagem

 Por vezes dou por mim a pensar, que pagamos tanto papel e plástico, para deitar ao lixo....terrível.  Além do lixo que fazemos, também é um desperdicio? Hoje o post é super curto, ,as vale a pena pensar nisto!